Como funciona o Cheque Especial

A olhar seu extrato bancário, provavelmente já percebeu que o seu saldo é acrescido do limite do cheque especial. Suponhamos que se seu saldo atual seja de R$500,00 e o limite do cheque especial seja de R$1000,00. Nesse caso, o saldo total no demonstrativo será de R$ 1500,00.

Essa informação pode enganar o cliente, criando a falsa sensação de um saldo maior. Mas é preciso ficar atento, pois esse limite de crédito oferecido automaticamente pelo banco funciona como um empréstimo pré-aprovado, que precisa ser devolvido com acréscimo de juros e encargos.

As taxas cobrados pelo cheque especial estão entre as mais altas do mercado, mas, devido às facilidades oferecidas pelo banco, é também um dos serviços mais utilizados pelos clientes. É difícil chegar ao final do mês com dinheiro na conta e as pessoas acabam entrando no cheque especial, ou seja, utilizando esse limite de crédito para as necessidades do dia a dia. Quando o salário cai na conta no mês seguinte, esse valor é debitado automaticamente, com a cobrança de juros altíssimos. Assim, o uso do cheque especial acaba virando um círculo vicioso.

Evite o endividamento

Cheque Especial

Cheque Especial

O ideal é não usar o cheque especial ou recorrer a esse serviço apenas em situações de emergência. Também aconselhamos que você procure sempre o gerente do seu banco e tente negociar as taxas cobradas e o pacote de serviços que você utiliza. Além disso, algumas dicas podem ajudar você a usar melhor seu cheque especial:

  • Para quem nunca utiliza o limite do cheque especial, é recomendado que se negocie com o banco as tarifas de manutenção do serviço, já que o mesmo não é usado;
  • Se você utiliza o cheque especial apenas em situações emergenciais, o serviço é útil para você e não precisa ser cancelado. Nesse caso, também é possível negociar com o banco, tentando reduzir as taxas cobradas em troca da aquisição de outros serviços;
  • Quem costuma utilizar o cheque especial todos os meses e já possui uma dívida com o banco, o ideal é mesmo solicitar o cancelamento do serviço e tentar renegociar os valores devidos;
  • Como as taxas cobradas pelo cheque especial são muito altas, é aconselhado que o cliente faça um empréstimo, a juros menores, para quitar a dívida com o banco.

Lembre-se que os serviços oferecidos pelo banco devem auxiliar e não prejudicar suas finanças!

RSS por email

4 Comentários em “Como funciona o Cheque Especial

  1. rosenilda disse em 05/10/2011 às 15:50:

    preciso de mais um talão de cheque como faço para pegar no caixa eletronico?

    • enternauta disse em 05/10/2011 às 21:13:

      Sugerimos que você peça assistência a um dos atendentes de banco que ficam sempre à disposição nas agências, devidamente uniformizados. Apenas aceite ajudas de atendentes do banco, nunca de desconhecidos.

  2. Kellyan disse em 20/01/2014 às 11:50:

    Contas pendentes são debitadas do cheque especial quando não se tem dinheiro na conta?

    • Crédito e Débito disse em 02/02/2014 às 16:32:

      Sim, Kellyan.

Deixe sua opinião “Como funciona o Cheque Especial

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.