iToken do Itaú: Como Funciona?

Todo mundo quer proteger o seu próprio dinheiro. Por isso, os bancos não param de investir em tecnologias que garantem mais segurança para os seus clientes. O iToken do Itaú é prova de que a tecnologia vem sendo bastante utilizada pelas instituições bancárias. Com esse aparelho, o cliente não corre o risco de que suas senhas sejam descobertas, tornando as transações pela internet ou pelo telefone muito mais seguras.

O que é o iToken?

O token nada mais é que um pequeno dispositivo eletrônico gerador de senhas. Os códigos são gerados constantemente e perdem a validade depois de alguns segundos. A vida útil do aparelho é de mais ou menos 5 anos. O cliente também pode optar por usar o aplicativo iToken em seu smartphone, que também cria senhas para realização de transações bancárias. Outra opção é o iToken por SMS.

Observação: O iToken por SMS e pelo dispositivo não são mais utilizados pelo banco Itaú.

Como Funciona?

O cliente receberá o iToken do banco para usar sempre que for necessário. Na hora de confirmar uma operação no internet banking ou pela central de atendimento, ele deverá informar o código que aparece na tela no dispositivo naquele momento. Cada senha é única e nunca será solicitada novamente.

Mais Segurança

O uso do iToken (dispositivo eletrônico ou aplicativo) é uma forma de proteger os clientes contra fraudes e golpes, pois outra pessoa não terá acesso às senhas geradas pelo sistema. Além disso, quem usa o iToken tem a possibilidade de fazer mais operações à distância. Veja algumas dicas para torná-lo ainda mais seguro:

  • O banco nunca entra em contato com o cliente para solicitar as senhas do iToken;
  • jamais empreste seu aparelho a terceiros;
  • guarde o dispositivo com cuidado;
  • para maior segurança, o iToken não contém nenhuma informação bancária;
  • em caso de perda ou roubo, comunique o Itaú imediatamente.

iToken Atualmente

iToken

iToken no chaveiro não é mais utilizado

Recentemente o banco Itaú deixou de utilizar o iToken no chaveiro (dispositivo da foto) e também o iToken por SMS (o cliente recebia uma mensagem de texto informando o código a ser usado), para usar somente o iToken pelo aplicativo.

Esta forma de iToken é bastante segura e funciona de forma bem mais prática, pois não necessita que você tenha o dispositivo, nem que esteja com o seu celular em mãos na hora da transação. Basta usar o app do Itaú no seu computador, tablet ou smartphone para fazer as transações. O código iToken será gerado no próprio aplicativo.

Para tanto, é necessário habilitar o iToken no aplicativo. Para isso, você precisa ir a um caixa eletrônico mais próximo da sua casa. Não precisa ir à sua agência, você consegue habilitar o serviço em qualquer caixa de auto atendimento, em qualquer lugar. É preciso estar com o seu cartão de conta corrente e inseri-lo na máquina. O desbloqueio é rápido e fácil, pois as máquinas são auto explicativas. Mas não é possível habilitar pela internet nem pelo telefone.


RSS por email

Deixe sua opinião “iToken do Itaú: Como Funciona?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.