Qual a diferença entre conta eletrônica/digital e serviços essenciais?

E se você pudesse usar vários serviços bancários sem pagar nada por isso? Seria bom, não é mesmo? Os bancos cobram pela utilização de quase todos os serviços oferecidos aos clientes, mas existem formas reais de driblar o pagamento.

O Banco Central obriga todos os bancos a disponibilizarem serviços essenciais de forma gratuita a todos os clientes. Além disso, existem ainda as contas digitais, que também são gratuitas e possuem um número maior de serviços. Dessa forma, qualquer correntista pode ficar isento das cobranças por pacotes de serviços.

Serviços Essenciais

Os chamados serviços essenciais gratuitos são obrigatórios. Isso significa que todos os bancos devem oferecer os serviços listados pelo Banco Central sem cobrar nada. Veja quais são eles:

  • 1 Cartão Magnético para movimentação da conta com função débito disponível;
  • 2ª via do Cartão Magnético após o seu vencimento ou se ele apresentar problemas (não inclui os casos de perda, furto ou roubo);
  • 4 saques em dinheiro por mês que podem ser feitos em caixas eletrônicos ou diretamente nos guichês de atendimento;
  • 2 transferências por mês para contas do mesmo banco (na agência ou nos canais de autoatendimento);
  • 2 extratos por mês com informações sobre as transações realizadas nos últimos 30 dias;
  • todas as consultas de saque, saldo e extrato feitas pela internet;
  • 1 extrato anual consolidado, com informações sobre os últimos 12 meses e tarifas cobradas mês a mês;
  • 10 folhas de cheque por mês, desde que o cliente atenda às exigências de cada banco para a utilização da forma de pagamento;
  • uso de serviços por meios eletrônicos que estejam previstos no contrato assinado entre o cliente e o banco.

Como você pode notar, a maior parte dos serviços pode ser utilizada sem custos, desde que o cliente respeite as quantidades definidas pelo Banco Central. Se você realizar, por exemplo, 5 saques no mês, o 5º (excedente) será tarifado de acordo com a tabela da instituição financeira.

Serviços Bancários

Você pode usar os serviços bancários sem pagar nada por isso!

Conta Eletrônica ou Digital

A conta eletrônica também foi criada pelo Banco Central. No entanto, os bancos não são obrigados a oferecê-la. Atualmente, o Itaú tem a iConta, o Banco do Brasil tem o Pacote Digital e o Bradesco tem a DigiConta.

Com a conta digital ou eletrônica, o cliente pode utilizar qualquer serviço bancário em meios eletrônicos sem pagar por isso. Para tanto, é preciso aderir ao pacote digital oferecido pelo banco (com contrato específico).

Serviços normalmente tarifados, como as transferências por meio de TED ou DOC, por exemplo, se tornam gratuitas nos pacotes digitais. Além disso, outras solicitações feitas em caixas eletrônicos, aplicativos para smartphone e internet banking também são isentas de tarifas. Assim, o cliente só paga pelas transações realizadas em atendimento físico (agências, guichês de atendimento e correspondentes).

Qual É Melhor?

A escolha vai depender do seu perfil. Correntistas que sempre utilizam os meios eletrônicos para realizar suas transações bancárias podem se beneficiar muito migrando para uma conta digital. Ao fazer isso, você economiza com o pacote de serviços e pode continuar usando o aplicativo, banco online e caixa eletrônico sem problemas.

Se você não está muito habituado com os meios eletrônicos e usa o banco raramente, é melhor ficar com os serviços essenciais gratuitos. Nesse caso, você só precisa seguir as regras de quantidade de serviços por mês para ficar isento de cobranças.


RSS por email

Deixe sua opinião “Qual a diferença entre conta eletrônica/digital e serviços essenciais?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.