TED ou DOC: Qual é mais Rápido? Qual o banco mais barato?

Quem vai transferir dinheiro para outro banco tem duas opções: a TED ou o DOC. Ambos os serviços servem para transferências em bancos distintos e podem ser feitas pela internet, nos caixas eletrônicos, telefone ou diretamente nas agências bancárias pelo atendimento pessoal. Por isso, muitos consumidores têm dúvida sobre qual dos dois tipos de transferência utilizar.

Para facilitar a decisão, explicaremos quais são as diferenças entre a TED e o DOC no que diz respeito ao prazo de compensação, tarifas e limites.

Quanto é mais rápido?

A TED é mais rápida que o DOC porque não passa pelo sistema de compensação bancária. Nas transferências via DOC, o dinheiro pode levar até 1 dia útil para cair na conta do beneficiário (D + 1). Já nas transferências via TED a confirmação da transação é quase imediata, no geral, em apenas alguns minutos e não mais que uma hora.

Se você fizer um DOC às 18h de uma sexta-feira, é possível que o valor só entre na conta beneficiada na segunda-feira. Isso acontece porque a compensação é feita durante o dia para transações realizadas até às 16h ou no próximo dia útil. Como o banco não funciona nos fins de semana, a operação é efetivada somente na segunda.

A TED não precisa ser verificada pelos funcionários do banco. Assim, o prazo de compensação é bem mais rápido. Na maior parte das vezes, o dinheiro é transferido imediatamente para o beneficiário. Só ocorrem atrasos caso haja algum problema no sistema do banco ou nos dados da transação. Porém, o horário para finalizar uma TED é até às 17hs de um dia útil. Após este horário, será necessário agendar para o próximo dia.

Qual é mais barato?

Os custos da TED e do DOC são um pouco elevados. Segundos dados da Febraban para agosto de 2017, os principais bancos do Brasil cobram:

  • Caixa Econômica Federal: R$ 15,50 por TED pessoal e R$ 8,65 por canais eletrônicos (internet, aplicativo e caixa eletrônico);
  • Banco Bradesco: R$ 16,60 por TED pessoal e R$ 8,95 por canais eletrônicos (internet, aplicativo e caixa eletrônico);
  • Banco Santander: R$ 17,00 por TED pessoal e R$ 9,20 por canais eletrônicos (internet, aplicativo e caixa eletrônico);
  • Banco Itaú: R$ 17,55 por TED pessoal e R$ 9,55 por canais eletrônicos (internet, aplicativo e caixa eletrônico);
  • Banco do Brasil: R$ 18,70 por TED pessoal e R$ 8,80 por canais eletrônicos (internet, aplicativo e caixa eletrônico).

Como você pode notar, os custos ultrapassam os R$ 15 para solicitações feitas diretamente na agência bancária. O Banco com tarifa mais em conta é a Caixa Econômica, que cobra R$ 15,50 para TED ou DOC feito no guichê de atendimento. Em todos os bancos, o valor da transferência é menor se for realizada em meios eletrônicos (caixa de autoatendimento ou internet). A Caixa mais uma vez tem a tarifa mais barata: R$ 8,65.

Tarifas DOC e TED em 2015. Compare como encareceram nos últimos anos.

É importante notar também que não existe diferença de preço entre TED e DOC. Assim, não importa qual das duas formas de transferência você escolha, a cobrança será a mesma. Nas cestas de serviços, os bancos incluem alguns DOCs e TEDs, dependendo do pacote escolhido, Não faz diferença qual dos serviços o cliente escolha, pois a tarifa é a mesma.

Qual escolher?

Agora que você já sabe que os custos da TED e do DOC são idênticos e que a TED é mais rápida, parece óbvia a escolha entre os dois tipos de transação. No entanto, existe mais uma informação relevante: os limites. Para a TED não existe limite mínimo ou máximo. Já para o DOC, não há limite mínimo, mas o valor da transferência não pode ultrapassar R$ 4.999.

Assim, a melhor maneira de optar entre os dois serviços é a partir do limite de transferência e a pressa para compensar a transação. Se você precisa enviar mais que R$ 4999,99 para outro banco, a TED é a única opção. A TED também tem compensação mais rápida e as mesmas tarifas. A exceção é em alguns casos em que o TED não está disponível, como nos caixas eletrônicos da CEF.


RSS por email

Deixe sua opinião “TED ou DOC: Qual é mais Rápido? Qual o banco mais barato?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.