Como Usar o Cartão de Crédito Com Bom Senso

O uso de cartões de crédito é um assunto polêmico. Para várias pessoas, o dinheiro de plástico é a melhor forma de pagamento, enquanto outras acreditam que não dá para apostar no cartão. No entanto, o caminho do meio pode ser a melhor escolha em meio à essa polêmica. O cartão pode sim ser uma boa ferramenta financeira, mas também é responsável por diversas situações de endividamento. Por isso, sempre enfatizamos aqui no Crédito e Débito que o mais importante é usar a forma de pagamento com bom senso.

Cartão de Crédito

Evitar as dívidas é uma questão de bom senso

Pagamento da Fatura

Quem quer fazer um uso consciente do cartão de crédito precisa ter em mente que sempre devemos pagar o valor integral da fatura. Essa é a regra de ouro para evitar as dívidas, pois as piores taxas do cartão são cobradas no crédito rotativo. O parcelamento da fatura ou atraso no pagamento também precisam ser evitados ao máximo. A melhor maneira de fazer isso é fixando um limite condizente com a sua renda.

Planejamento Financeiro

A regra do planejamento financeiro não vale somente para o cartão de crédito, mas para qualquer forma de pagamento ou despesa. Com o cartão, o controle fica um pouco mais fácil porque todos o gastos são discriminados na fatura. É importante anotar todos esses gastos e fazer uma análise racional de para onde o dinheiro vai: supermercado, transporte, aluguel e etc.

Programas de Recompensa

Aproveitar os programas de recompensas também é uma forma de usar o cartão com consciência, pois esses benefícios estão disponíveis e têm custos para o cliente. Tente se manter informado sobre o funcionamento dos programas e, principalmente, sobre a validade dos pontos. Na hora de escolher um bom cartão de crédito, lembre-se de avaliar qual tem um programa de pontos realmente útil e funcional.


RSS por email

Deixe sua opinião “Como Usar o Cartão de Crédito Com Bom Senso

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.