Limite do Cartão de Crédito nas Compras Parceladas

Em nosso artigo sobre como funciona o limite do cartão de crédito, a maior parte das dúvidas diz respeito às compras parceladas. Por isso, hoje tentaremos explicar de forma mais clara essa questão. Observem a pergunta enviada pelo Lucas Daniel:

O meu cartão tem limite de 500 reais. Quero comprar um celular no valor de R$ 1.099,00 em 7 vezes de R$ 157,00. A compra será efetuada ou não? Até agora, entendi que o valor total do produto é maior que o limite do cartão, então não. Será aprovado o pagamento?

Vejamos abaixo a resposta para a pergunta do Lucas, que é também a mesma dúvida de muitos outros leitores.

Compras Parceladas

Então vamos usar o exemplo do Lucas para tornar a explicação mais simples. Como ele já desconfia, o pagamento não será aprovado (a não ser que o banco libere um limite maior). No caso das compras divididas em parcelas, o que se leva em consideração é o valor total do produto, como bem observou o leitor em sua pergunta, e não o valor de cada parcela. Assim, o celular, que custa R$ 1.099,00, tem preço bem superior ao limite do cartão, que é de R$ 500,00.

Muitas pessoas se confundem, porque acreditam que o limite do cartão tem que ser maior ou igual ao valor da parcela, e não sabem que o valor do limite precisa ser maior ou igual ao valor total do produto a ser comprado.

Explicando a Confusão

Cartão de Crédito

Tire suas dúvidas sobre o limite do cartão

A confusão de muitas pessoas surge por causa do valor da parcela. Afinal de contas, somente essa quantia será debitada todos os meses do limite de crédito. No entanto, precisamos lembrar que o cartão funciona como uma espécie de empréstimo. Então, se você quer comprar uma mercadoria com valor X, precisa ter limite de crédito igual ou maior que X para cobrir a despesa.

Solução Simples

A dica, na hora de pensar se a compra será aprovada ou não é sempre pensar no custo total do que você está comprando. Dessa forma, você terá a certeza de que o limite é suficiente para a transação e, além disso, consegue controlar melhor suas despesas. Caso utilize uma planilha para administrar suas finanças, também vale a pena lançar o preço final da compra, mesmo se optar pelo parcelamento. Essa é a melhor maneira de não se deixar enganar pelas prestações pequenas.

Uma dica importante é evitar usar o limite total do seu cartão, pois ficará temporariamente sem poder de compra com o mesmo. Ficar atento à fatura do cartão ajuda muito, inclusive para saber qual é o seu limite atual para saber se pode ou não fazer novas compras. Essa informação vem mensalmente na fatura e você pode acompanhar também pelo Internet Banking ou pelos telefones das Centrais de Atendimento.


RSS por email

2 Comentários em “Limite do Cartão de Crédito nas Compras Parceladas

  1. Alan disse em 09/12/2014 às 18:21:

    Então olhe o meu lado tenho um cartão de limite 2500 reais e comprei 2 produtos ja (1)um parcelado em (10x) dez vezes e outro parcelado em (3x) trez vezes.. No entanto tudo dará 2000 reais entao sobrará 500 reais de limite entao quero comprar um iphone de 2119,90 parcelado em (10x) dez vezes de 219,90 cada parcela… Conseguirei passar o cartão para essa compra???
    se puder responder ficarei grato…

    • Emília Silva disse em 11/12/2014 às 10:23:

      Não, Alan. Como você mostrou com os seus cálculos, o limite restante é de R$500,00. Então, mesmo sendo uma compra parcelada, o valor total não pode ultrapassar esse limite. Muita gente se confunde e contabiliza apenas o valor da parcela. Porém, o débito no limite de crédito é sempre feito no valor total da mercadoria. Esperamos ter esclarecido sua dúvida.

Deixe sua opinião “Limite do Cartão de Crédito nas Compras Parceladas

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.