O que Pagamento Mínimo do Cartão: Crédito Rotativo

Quem utiliza o cartão de crédito como forma de pagamento, já deve ter observado que a fatura possui o valor total e o valor mínimo a ser pago. O valor total corresponde a tudo aquilo que foi gasto com o cartão de crédito.

Já o pagamento mínimo da fatura equivale a 15% desse total. Dessa forma, ao optar pelo pagamento mínimo o consumidor está quitando apenas uma pequena parte da dívida e jogando o restante para o próximo mês através do rotativo do cartão.

Quando isso acontece, há cobrança de juros sobre aquilo que não foi pago. Como todos sabem, os juros do cartão estão entre os mais altos do mercado, variando entre 10 e 20%. Assim, fica a pergunta: vale a pena efetuar apenas o pagamento mínimo da fatura?

Quando vale a pena o pagamento mínimo

Na verdade, o ideal é nunca pagar somente o mínimo da fatura do cartão de crédito.

O recurso do pagamento mínimo é um dos maiores responsáveis pelo endividamento com o cartão de crédito, pois dificulta que se quite o valor total da dívida. Como os juros do cartão são altos, o valor mínimo será usado para pagar principalmente a cobrança de juros, abatendo pouco ou nada do valor devido. Suponhamos que o valor total da fatura seja R$1.000,00 e o valor mínimo R$150,00. Se o juros cobrado ao mês for de 10%, a cobrança no mês seguinte será de R$1.000,00 novamente se considerarmos os impostos, pois o pagamento apenas serviu para pagar a cobrança de juros.

Dessa forma, é praticamente impossível acabar com a dívida pagando somente o mínimo do cartão. Para fazer um bom uso do cartão de crédito como meio de pagamento, é importante pagar sempre o valor total da fatura, no prazo correto. Quando não for possível efetuar o pagamento total, o aconselhado é que se quite o maior valor possível, para amortizar parte da dívida. Em muitos casos, vale a pena contratar um empréstimo com juros menores para quitar o cartão de crédito.

cartao rotativo pagamento minimo

Acabe com a bola de neve do rotativo

Mudanças no pagamento mínimo e rotativo do cartão

Pagamento Mínimo

Pagamento Mínimo

Atendendo às novas regras do cartão de crédito, as administradoras de cartões foram obrigadas a aumentar o valor mínimo de 10 para 15% do valor total. A medida do Banco Central teve como objetivo principal diminuir os níveis de inadimplência, pois a cobrança maior aumenta as chances de amortização da dívida.

A princípio, em janeiro de 2012 o valor mínimo passaria a 20% do total. No entanto, o BC decidiu manter o limite de 15%, entendendo que essa porcentagem é suficiente para os objetivos propostos. Mesmo com a cobrança um pouquinho maior, a dica é efetuar sempre o pagamento total para evitar as dívidas impossíveis de se pagar.

Além destas mudanças, desde 27 de abril de 2017 os bancos precisam oferecer alternativas ao rotativo do cartão para o cliente. Isso auxiliará a diminuir o super endividamento. Após 30 dias do pagamento mínimo, o banco é obrigado a oferecer um parcelamento do saldo devedor. Além disso, será possível efetuar o pagamento a vista do montante devido.

Uma alternativa interessante é, sempre que possível, tomar um empréstimo para pagamento do cartão de crédito. No geral, você terá taxas menores e será mais fácil resolver sua situação financeira desta forma.


RSS por email

Deixe sua opinião “O que Pagamento Mínimo do Cartão: Crédito Rotativo

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.