Qual É a Máquina de Cartão Mais Barata?

Antigamente quem queria adquirir uma máquina de cartão contava com poucas opções no mercado brasileiro. Mas esse cenário mudou e hoje em dia uma grande variedade de empresas oferecem o serviço de captura de pagamento, inclusive com a possibilidade de transformar o smartphone em uma maquininha.

Essa maior variedades faz com que os preços fiquem mais competitivos. Diante dessa quadro, muita gente se pergunta: qual é a máquina de cartão mais barata? Para responder a essa questão, é preciso dizer, primeiramente, que os custos podem variar conforme o seu estabelecimento comercial, volume de vendas e tipo de equipamento escolhido.

Além disso, os custos podem compensar certas vantagens oferecidas pela empresa, então é fundamental que o interessado avalie diferentes propostas para encontrar a melhor opção. Os dados que apresentaremos aqui correspondem a pesquisas feitas pela internet sobre as taxas e outras tarifas que podem ser cobradas pelo uso das máquinas de cartão.

Os números representam uma média e podem variar. Por isso, aconselhamos que você utilize esses dados somente como referência para suas pesquisas. Vale também a dica de que as maquininhas que não possuem aluguel podem ser melhores para pequenos comércios, vendedores independentes, autônomos e profissionais liberais.

Quanto Custa a Máquina de Cartão do PagSeguro?

moderninha uolO PagSeguro, que já é bastante conhecido nos pagamentos online, vem expandindo seus negócios com a oferta de máquinas de cartão e leitores sem cobrança de aluguel. O destaque fica com a Moderninha e a Moderninha Pro que podem ser adquiridas por qualquer pessoa, inclusive aquelas que não possuem comércio. A máquina é vendida por R$478,80 ou em 12 parcelas de R$39,90. A Moderninha Pro, um pouco mais elaborada com  a possibilidade de imprimir os comprovantes sai a R$838,80 ou em 12 parcelas de R$69,90.

Com relação às tarifas, é cobrado 3,19% do valor das vendas com cartão de crédito, 2,39% nas nas vendas com cartão de débito e 2,49% de acréscimo nas compras parceladas. Os pagamentos são feitos em até 30 dias para transações no crédito e 1 dias para transações no débito.

A empresa também oferece um leitor de cartão Mini, que pode ser acoplado ao smartphone. O modelo mais completo, que aceita vendas no crédito e no débito custa R$358,80 ou 12 vezes de R$29,90. As tarifas sobre cada venda são semelhantes às da Moderninha: 2,39% para vendas no débito e 3,19% no crédito. O prazo de recebimento é o mesmo do produto anterior.

Quanto Custa a Máquina de Cartão da Cielo?

Cielo

Máquina de cartão da Cielo

A Cielo dificultava bastante o acesso a informações sobre os custos de seus produtos. No site as informações de quem pode ou não ter uma máquina não são muito claras, ao menos agora são apresentados os valores de cada um dos produtos, assim é possível avaliar se vale solicitar uma máquina da Cielo ou  não.

Os dados existentes na internet no próprio site da Cielo para um plano convencional são os seguintes: R$79 de credenciamento, R$159 pelo aluguel da máquina sem fio e R$30,90 pelo aluguel da máquina para celulares.

As tarifas cobradas por venda dependem do ramo de atuação em que a máquina será usada. Na máquina móvel, as taxas estão inclusas no valor da mensalidade. No móvel, são descontados em média 3,19% no débito, 4,05% no crédito e para compras parceladas, o valor sobe para 6,99% e 7,99%.

Os microempreendedores individuais podem conseguir boas reduções no valor do credenciamento e do aluguel da maquininha. No entanto, as tarifas cobradas por cada transação costumam ser maiores. Em média é cobrado 4% para transações feitas na função crédito e 3,2% para transações no débito.

Quanto Custa a Máquina de Cartão da Rede?

Rede

Máquina antiga da Rede

Assim como sua concorrente direta, a Cielo, a Rede tem mudado a maneira com que cobra as transações. O levantamento mostra que, ao invés de cobrarem taxas sobre transações, a Rede optou por cobrar valores fixos de acordo com a movimentação do cliente e o perfil independente das transações. Assim, o valor pago depende do tipo de máquina, do faturamento, dos prazos etc.

Para efeito de comparação, as tarifas sobre uma máquina com fio que venda cerca de 5mil reais por mês e receba em 31 dias, a mensalidade é de R$245,00. Se o comerciante optar por receber em apenas 2 dias, este valor sobe para R$345,00. Na máquina sem fio, os valores são R$275,00 e R$375,00.

Quando Custa a Máquina de Cartão da Bin?

A Bin é uma empresa relativmamente recente no mercado de capturas com cartão e não muito conhecida pelos pequenos. Eles têm opções diversas de máquinas, com terminais móveis, fixos, integrados e leitores para smartphone. No site, no entanto, não são informados os valores cobrados por credenciamento ou mensalidade das máquinas de cartão.

O Bin Mobile, que funciona como um leitor de cartão para smartphones ou tablets, tem custo mensal de manutenção de R$19,90. A tarifa cobrada por vendas no débito é de 2,59% e para vendas no crédito é de 3,49%. Como você pode notar, essas cobranças são bem parecidas para todas as empresas.

O site da Bin também informa as tarifas cobradas com o uso das máquinas tradicionais, que variam conforme o ramo de atividade:

  • Escolas – 3,24% (crédito),  2,03% (débito), 3,73% (parcelamentos em até 6 vezes) e 3,99% (parcelamentos acima de 6 vezes);
  • Farmácias – 3,24% (crédito), 1,98% (débito), 3,73% (parcelamentos em até 6 vezes) e 3,99% (parcelamentos acima de 6 vezes);
  • Padarias e Mercados –  3,24% (crédito), 1,76% (débito), 3,73% (parcelamentos em até 6 vezes) e 3,99% (parcelamentos acima de 6 vezes);
  • Restaurantes – 3,45% (crédito), 2,00% (débito), 3,97% (parcelamentos em até 6 vezes) e 4,24% (parcelamentos acima de 6 vezes);
  • Supermercados – 2,48% (crédito), 1,60% (débito), 2,85% (parcelamentos em até 6 vezes) e 3,05% (parcelamentos acima de 6 vezes).

Como você pode notar, as tarifas mudam bastante. Os supermercados, nesses exemplos, contam com cobranças menores.

Qual É Mais Barata?

Reforçando o que foi dito antes, os números mostram que os custos vão variar bastante. Os leitores podem ser vantajosos quando o volume de vendas é menor, mas para comércios maiores a diferença na tarifa sobre cada transação pode compensar os custos com aluguel. Por isso, o comerciante precisa ter uma boa noção do funcionamento financeiro do seu estabelecimento para escolher a opção mais em conta.

Outro ponto fundamental é a negociação. Esses valores podem ser bem menores se você conversar com a empresa. O ideal é conseguir uma redução no valor do aluguel e nas tarifas por venda, mas qualquer desconto já é bem vindo. Com base nas informações disponibilizadas aqui, sugerimos que você faça os cálculos sobre o seu próprio negócio para depois entrar em contato com as empresas. Assim ficará mais fácil negociar para conseguir os melhores custos.


RSS por email

Deixe sua opinião “Qual É a Máquina de Cartão Mais Barata?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.