Divida de IPTU e IPVA deixam o nome sujo?

Depois de um final de ano complicado para os brasileiros, 2016 se inciou com a previsão já esperada de continuidade da crise. Os índices de desemprego vêm aumentando e a inflação é sentida no bolso. Nesse contexto, pagar as contas pode ser tornar um problema, principalmente para quem não é lá muito organizado com a vida financeira.

Uma das principais dificuldades que o brasileiro vive no início do ano é o pagamento de impostos. Algumas contribuições, como o IPVA e o IPTU são cobradas logo nos primeiros meses do ano. O cidadão tem a alternativa de parcelar os débitos ou aproveitar os descontos concedidos para quem faz a quitação à vista.

E quem não conseguiu pagar o IPVA e o IPTU? Com a facilidade de crédito vivida no Brasil há alguns anos, a compra de imóveis e veículos financiados se tornou comum. Porém, muitos consumidores não estão conseguindo arcar com as prestações e outras despesas relacionadas ao bem adquirido.

Na hora do aperto, os impostos podem ser deixados de lado, mas é preciso ter muito cuidado, pois essas dívidas geram dor de cabeça para o inadimplente.

IPTU e IPVA

Entenda como você pode ser punido por não pagar o IPTU e o IPVA

Meu nome pode ir para o SPC ou Serasa?

O não pagamento de impostos gera uma dívida. Dessa forma, os órgãos responsáveis podem utilizar dos meios cabíveis para protestar o valor devido dentro dos parâmetros da lei.

Atraso no Pagamento do IPTU

Com relação ao IPTU, em tese o não pagamento do imposto não deixará o cidadão com o nome sujo, ou seja, não haverá inscrição nos cadastros negativos como SPC ou Serasa. No entanto, se a dívida for lançada para execução fiscal, o nome do devedor pode ser ficar com restrições.

O grande problema do não pagamento, no entanto, é que o imóvel fica com pendências. Se o proprietário não consegue pagar a dívida, o bem pode ser leiloado pela prefeitura a fim de quitar o débito com o município. Além disso, o imóvel não poderá ser vendido enquanto a situação não for regularizada.

Atraso no Pagamento do IPVA

O não pagamento do IPVA também cria sérios problemas para o dono do veículo. Passado o prazo definido pelos órgãos de trânsito, começam as blitz que multam e recolhem os automóveis que não estão com o licenciamento em dia. Como é preciso quitar o IPVA para obter o licenciamento, quem está com dívida corre risco se andar com o carro em situação irregular.

Em Minas Gerais, desde setembro de 2015 a Secretaria da Fazenda autoriza que os inadimplentes com o IPVA possam ser inscritos no SPC, o que obriga os motoristas a ficarem ainda mais alertas.

Negociação da Dívida

Se você tem dívidas relativas ao atraso de IPTU ou IPVA, o ideal é procurar o órgão responsável para tentar uma negociação. O valor devido pode ser parcelado ou ter os juros reduzidos caso o devedor demonstre o interesse de pagar. Além disso, ao negociar a dívida o nome deixa de ficar restrito. Veja como funciona esse procedimento em sua cidade e busque resolver o problema o quanto antes.


RSS por email

Deixe sua opinião “Divida de IPTU e IPVA deixam o nome sujo?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.