Empréstimo Para Pagamento de Dívida

Se as dívidas se acumulam e você não tem dinheiro para pagar, uma boa solução é recorrer a um empréstimo. A fim de ajudar quem está nessa situação, listamos 3 passos fundamentais para você conseguir o dinheiro necessário para quitar seus débitos.

Empréstimo Para Pagar Dívidas

Empréstimo Para Pagar Dívidas

O Valor da Dívida

O primeiro passo para solucionar o problema é definir o valor da dívida. Você pode tentar uma negociação com os credores, fazendo uma proposta de pagamento à vista. Caso você tenha mais de um débito, então é necessário somar todas as contas para saber o valor exato do rombo. Somente com um cálculo preciso, você saberá quanto necessita para quitar tudo e ficar com o nome limpo de vez.

Quanto Tomar Emprestado

Agora que você já contabilizou tudo, o ideal é pegar o empréstimo no valor exato da dívida. É comum que as pessoas aproveitem para ficar com um dinheirinho a mais na conta ou comprar algo, mas isso não é indicado. O empréstimo só vale a pena para quitar dívidas com juros maiores. Então, limite-se ao montante definido pelas seus cálculos e não aproveite o crédito para outros fins.

Os Juros do Empréstimo

Na maior parte dos casos de endividamento, o empréstimo compensa porque o endividado troca os juros altos da dívidas por taxas reduzidas de outra linha de crédito. Isso quer dizer que você deve ficar atento às condições do empréstimo. As melhores opções são o crédito consignado e as linhas que usam algum bem como garantia de pagamento. Quanto menor for a taxa, melhor para endividado.


RSS por email

Deixe sua opinião “Empréstimo Para Pagamento de Dívida

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.