Conta Para Microempreendedor Individual (MEI)

Ser um microempreendedor individual pode ser uma ótima opção para quem tem um pequeno negócio. Por isso, hoje falaremos um pouco mais sobre MEIs e como esses empreendedores podem abrir uma conta bancária para obter serviços financeiros e linhas de crédito.

O que é MEI?

Em 2008, o governo brasileiro criou, por meio da lei complementar nº 128, o Microempreendedor Individual. Trata-se de uma forma de legalizar a função do trabalhador informal, possibilitando que ele se torne um pequeno empresário. Para que o trabalhador possa se tornar um MEI, é necessário que seu faturamento anual seja de até R$60 mil e que ele não seja sócio ou dono de outra empresa. Caso queira, o empreendedor pode ter um funcionário trabalhando em seu negócio desde que ele receba salário mínimo ou piso da categoria.

Um microempreendedor individual pode ter conta em banco?

Sim. Vários bancos brasileiros oferecem contas para microempreendedores individuais. Essas contas voltadas para pessoas jurídicas disponibilizam uma série de serviços especializados para os microempreendedores, como empréstimos, cartões de crédito e até mesmo assistência ao negócio. Por isso, quem é formalizado como MEI podem se beneficiar ao abrir uma conta bancária para sua pequena empresa. Segundo o Sebrae, as principais instituições com esse tipo de serviço são: Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste, o Banco da Amazônia e o BNDES.

Como abrir uma conta na CAIXA?

Para abrir uma conta de pessoa jurídica na Caixa Econômica, o microempreendedor precisa comparecer a uma agência do banco tendo em mãos os seguintes documentos:

MEI

Dentre as várias vantagens de se tornar um microempreendedor, abrir uma conta empresarial é uma delas!

  • CCMEI – Certificado de Condição do Microempreendedor Individual e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial.
  • Documento de identificação do empreendedor (com foto)
  • CPF do empreendedor;
  • Comprovante de endereço residencial do empreendedor.

No momento da abertura da conta, o empreendedor pode solicitar também uma avaliação de crédito para liberação de empréstimos. Para tanto, é necessário preencher a “Ficha de Cadastro Microempreendedor Individual”. Nesse documento, o MEI informa qual é o faturamento de sua pequena empresa e quais são as suas principais despesas. A partir dessa análise é decidido qual será o valor de crédito disponível para aquele empreendedor.

Como abrir uma conta no Banco do Brasil?

O Banco do Brasil também oferece serviços especializados para microempreendedores por meio BB Simplifica. Os documentos necessários para abertura de conta são bastante semelhantes aos da CAIXA:

  • CCMEI – Certificado de Condição do Microempreendedor Individual e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial;
  • Documento de identidade e CPF do empreendedor;
  • Comprovante de residência do empreendedor;
  • CNPJ da empresa.

A instituição disponibiliza linhas de crédito simplificadas, com valor de até R$15 mil para capital de giro, financiamentos e outros fins.

Como abrir conta no Banco Postal?

O Banco Postal, administrado pelo Banco do Brasil em parceria com os Correios, é uma forma mais prática de se abrir uma conta para sua microempresa. A Conta Mais Pessoa Jurídica oferece cartão para movimentação da conta, diversos serviços financeiros e linha de crédito para capital de giro. Os documentos necessários para abertura de conta são:

  • CNPJ;
  • CCMEI – Certificado de Condição do Microempreendedor Individual e/ou Certidão Simplificada da Junta Comercial;
  • Documento de identidade e CPF do empreendedor.

Com a abertura da conta o empreendedor também pode optar pela solicitação de empréstimo. Para mais informações sobre Conta Mais Pessoa Jurídica, sugerimos que você procure o Banco Postal de sua cidade.


RSS por email

Deixe sua opinião “Conta Para Microempreendedor Individual (MEI)

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.