Greve nos Correios – como pagar as contas

A greve dos funcionários dos correios já dura mais de duas semanas. Devido às dificuldades para entrega de todo o tipo de correspondências, bancos e clientes estão preocupados com o pagamento das faturas de cartão de crédito E você, sabe como pagar as contas durante a greve? O Procon dá algumas dicas de como proceder e alguns bancos já oferecem outras alternativas para seus clientes efetuarem o pagamento da fatura.

Orientações do Procon

De acordo com o Procon, bancos e operadoras de cartão não são obrigados a descontar juros e multas de contas atrasadas, mesmo que o consumidor não tenha recebido a cobrança. Isso quer dizer que a greve dos correios não justifica o não pagamento das faturas do cartão e os clientes devem procurar o serviço de atendimento de seu banco para buscar formas alternativas de visualizar e quitar a fatura.

O Procon também afirmou que é dever dos bancos oferecer essas formas alternativas de pagamento, de maneira a possibilitar que todos os consumidores possam pagar suas faturas. Os bancos também devem informar seus clientes sobre a impossibilidade de enviar o boleto e dispor de outros meios para que a a fatura seja visualizada.

Greve dos Correios

Greve dos Correios

Pagamento da fatura

Para efetuar o pagamento da conta, o Procon sugere algumas alternativas para os consumidores:

  • O cliente pode procurar a central de atendimento de seu banco ou administradora do cartão e solicitar o número do código de barras do boleto. Dessa forma, a fatura poderá ser paga pela internet, caixa eletrônico, lotérica e agências bancárias;
  • Outra alternativa é combinar o pagamento através de um depósito bancário identificado;
  • Também é possível solicitar junto ao banco ou operadora do cartão que a cobrança da fatura seja feito em débito automático.

RSS por email

Deixe sua opinião “Greve nos Correios – como pagar as contas

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.