Imóveis e Lotes São Bons Investimentos?

Existe um velho ditado que diz que “quem compra terra não erra”, mas muitos especialistas em finanças discordam dessa afirmativa. Observando o atual cenário econômica brasileiro, sobretudo o mercado imobiliário, podemos notar que os preços estão bastante elevados e a procura baixa. O que indicava uma queda nos valores nos próximos anos, acabou se tornando uma grande estagnação e dificuldade de venda e aluguel.

Segundo João da Rocha Lima Júnior, coordenador do curso de Real Estate da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo:

“O mercado imobiliário já está precificado. Essa história de comprar e esperar valorizar já não é uma boa opção, e, em minha opinião, nem investimento é. É especulação. Investimento é comprar para alugar, mas isso também não é bom negócio. Primeiro que alugar imóvel residencial no Brasil é muito difícil por causa da lei do inquilinato, que protege muito o locatário, fazendo o risco do negócio ser muito alto para o locador. Além disso, a relação entre valor de aluguel e valor de imóvel é muito ruim no País” (Fonte: economia.uol.com.br).

Além disso, vale a pena pensar nas complexidades na compra de imóvel como um investimento. Apesar de parecer uma operação simples, que requer somente a compra de um ou mais imóveis, investir nesse setor exige conhecimento, habilidade de negociação e senso de oportunidade. Isso quer dizer que o risco para um investidor iniciante é ainda maior, já que os bons rendimentos acabam nas mãos de quem já domina o mercado imobiliário.

Refletindo um pouco mais sobre o investimento em imóveis, vamos analisar algumas questões relativas ao assunto que podem confundir o investidor.

Investimento Imobiliário

Investir em imóveis pode não ser a melhor opção para o seu bolso!

Imóveis são mais lucrativos que outros investimentos?

Durante muito tempo a economia do Brasil foi pouco sólida, o que levava a grandes oscilações da inflação. Nesse tipo de contexto, a compra de imóveis era vista como algo bem seguro, diferentemente de outras formas de investimento. O problema é que esse cenário mudou. Hoje, mesmo em uma situação de aparente crise, fundos de investimento e outras aplicações podem ser bem rentáveis, com lucro garantido nos próximos anos.

Os imóveis não já não oferecem o mesmo tipo de segurança, pois, como vimos, estão super valorizados. Quem tem analisado o mercado de imóveis pode notar que as compras e vendas estão bastante “estagnadas”. Nos últimos meses, acompanhei os preços de apartamentos à venda em Belo Horizonte. Muitos nos imóveis a disposição não foram vendidos no último ano e alguns proprietários reduziram bastante o preço para conseguir a venda.

O momento é ruim para compra de imóveis?

Sim. Os especialistas são quase unânimes em afirmar que a compra de imóveis na situação atual do Brasil não é uma boa ideia. Com os preços altos e tendência de queda, o mais provável é que você venda o imóvel por um valor que não compensa o investimento. Para quem pretende comprar para morar, a situação também é complicada. Guardar o dinheiro em algum fundo pode ser uma boa opção até que os preços do setor imobiliário caiam um pouco.

Outro problema é as alterações no financiamento imobiliário da Caixa, que tornou o processo mais difícil. Essas mudanças devem ser acompanhadas por outros bancos no decorrer do ano, ou seja, financiar um imóvel ficará menos simples. Se ainda assim você está pensando em comprar algo, os terrenos podem ser mais viáveis, pois o custo de investimento é menor para a construção. A dica é procurar por boas oportunidades e pensar bastante antes de fechar negócio.

Vale a pena esperar?

Sim. A previsão é de que nos próximos três ou quatro anos a coisa comece a melhorar, já que os preços devem cair ou, no mínimo se manter. Com a situação econômica do país do jeito que está, 2016 definitivamente não é melhor ano para fazer grandes negócios, assim como não foi o ano de 2015. O ideal é esperar para que os rumos da economia estejam mais definidos. A partir do ano que vem é possível que o futuro econômica esteja menos nebuloso.

Outra previsão dos especialistas é para a inadimplência no pagamento dos financiamentos. Com os investimentos do governo nesse setor na última década, o número de pessoas com o financiamento imobiliário hoje é bem alto. No entanto, estima-se que as taxas de inadimplência possam se elevar, o que significa mais oferta e menores preços. Com um pouco de paciência, o investidor interessado no mercado imobiliário pode colher bons frutos.

Escolha do Imóvel

Para quem quer investir no setor a escolha do imóvel é muito importante

Quais são as melhores opções de investimento?

Para quem está à procura de oportunidades imobiliárias, uma boa alternativas são os imóveis pequenos, com apenas um dormitório, em regiões mais centrais. Nas grandes capitais esse tipo esse é o tipo de imóvel mais procurado atualmente, por causa dos problemas de trânsito e do custo de manutenção de imóveis maiores. Para aluguel, principalmente, os apartamentos de 1 quarto com garagem podem ser ótimas opções, mas vale a pena conferir o que está sendo mais buscado em sua região.

Há também os estabelecimentos comerciais que, dependendo da região, estão em alta. Uma casa grande pode ser dividida em partes para ser ocupada por um comércio ou empresa, sobretudo em localizações centrais ou de fácil acesso. Esse tipo de imóvel tem sido procurado tanto para aluguel quanto para a venda, representando uma boa oportunidade.

Outras dicas:

  • Lembre-se sempre que a liquidez do investimento em imóveis é baixa, ou seja, você levará um tempo para conseguir o dinheiro investido de volta caso precise (até anos, em alguns casos);
  • Para quem pensa em alugar os imóveis, é sempre importante pensar nos problemas relacionados à relação com inquilinos e imobiliárias;
  • No caso do aluguel, é preciso ter também em conta o tempo em que o imóvel ficará desocupado entre alugueis;
  • O mercado imobiliário pode ser diferente em cada cidade, então é sempre bom conferir o que está acontecendo no local dos imóveis para investimento;
  • Quem decidiu esperar o mercado se estabilizar pode investir, por exemplo, em Letras de Crédito Imobiliário, que são formas seguras de aplicação com boa rentabilidade.

RSS por email

Deixe sua opinião “Imóveis e Lotes São Bons Investimentos?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.