Investimento em LCA e LCI ainda vale a pena?

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são duas formas de investimento que podem render bem mais que a poupança. Todos sabem que nos tempos atuais, com a inflação tão alta, o rendimento real da poupança chega a ser negativo, tornando uma alternativa ruim para quem quer algum retorno a curto/médio prazo. Nesse ponto, as LCIs e LCAs tem sido bastante recomendadas junto com os títulos do Tesouro Direto.

Ambos possuem características bem semelhantes: são fundos de renda fixa, lastreados por empréstimos imobiliários ou do agronegócio. Por isso, para o investidor, não existe uma grande diferença entre a LCI e a LCA, sendo possível escolher a mais rentável.

Letra de Crédito Imobiliário

Como dissemos, as letras de crédito imobiliário são emitidas por bancos com lastro em empréstimos para compra de imóveis. A principal vantagem desse tipo de aplicação é que não cobrança no imposto de renda. O investidor pode optar pelo rendimento pré-fixado ou pós-fixado de acordo com a oferta do emissor. No caso das letras pré-fixadas, a porcentagem do lucro é definida no momento da aplicação e o investidor saberá exatamente quanto ganhará. Nas pós-fixadas, o rendimento oscila durante o período de investimento pois estará vinculado a algum índice da economia que não é fixo.

Risco: o risco da LCI é relativamente baixo, pois depende que o banco que emitiu o título quebre. As instituições maiores oferecem mais segurança, porém as pequenas e médias, por ter maior risco, podem assegurar maior rentabilidade.

Letra de Crédito do Agronegócio

No caso das letras de crédito do agronegócio, são os empréstimos voltados para esse setor que servem de lastro. Elas foram criadas pelo governo com o objetivo de ampliar a possibilidade de crédito agropecuário. Assim como na LCI, a LCA pode ser pré-fixada ou pós-fixada, dependendo dos interesses do investidor. A compra dos títulos pode ser feita nos bancos ou corretoras autorizadas a comprar as letras.

Risco: mais uma vez, o risco é a falência da instituição que emitiu a letra de crédito.

Investimento Mínimo

A LCI e a LCA são bastante atrativas para investidor. Porém, quase sempre é necessário ter uma boa quantia de dinheiro em mãos para aplicar nas letras de crédito. O quadro abaixo, feito pela Revista Exame, mostra a comparação entre o aporte mínimo para CDB, LCA e LCI. Veja:

Banco do Brasil

  • CDB – R$ 500
  • LCI – R$ 1.000
  • LCA – R$ 30.000

Bradesco

  • CDB – R$ 1.000
  • LCI – R$ –
  • LCA – R$ –

CAIXA

  • CDB – R$ 200
  • LCI – R$ 30.000
  • LCA – R$ 5.000.000
Aporte Mínimo dos Investimentos

Aporte Mínimo dos Investimentos

Itaú

  • CDB – R$ 500
  • LCI – R$ 100.000 (Personnalité)
  • LCA – R$ –

Santander

  • CDB – R$ 100
  • LCI – R$ 30.000
  • LCA – R$ – 250.000 (Private)

Além dos grandes bancos, existe a possibilidade de investimento através de corretoras ou bancos menores. Estes, como dito, têm taxas mais atraentes, porém pode ter um risco maior. Este risco é mitigado pela garantia do FGC como falaremos abaixo.

Fundo Garantidor de Créditos

Outra grande vantagem da LCI e da LCA é que elas são garantidas em até R$250.000,00 pelo Fundo Garantidor de Créditos.

No entanto, os especialistas alertam para dois possíveis problemas dessa garantia: o primeiro é a demora para receber o reembolso caso o banco venha a quebrar, que pode ser de até seis meses após o fechamento do banco, período a qual não haverá nenhuma correção de seu dinheiro; o segundo é a pane geral em várias instituições, que impediria o fundo de restituir todos os investidores.

De todo modo, esta é uma segurança a mais para quem pretende investir grandes quantidades de dinheiro.

LCI e LCA com a queda dos juros: Vale a pena?

Um outro ponto a ser observado é que a maioria das LCIs e LCAs são vinculadas à taxa de juros DI. Esta taxa tende a cair junto com a SELIC, tornando o investimento menos atraente do que foi no passado e se mantêm no momento atual.

Se uma LCI rende 100% do CDI hoje, ela rende 13,63% ao ano livres de imposto. Se esta taxa cair como sugere a tendencia da economia, então o rendimento anual poderá não ser interessante ao investidor que terá seu dinheiro preso na aplicação (já que a maioria dos investimentos em Letras de Créditos tem carência).


RSS por email

Deixe sua opinião “Investimento em LCA e LCI ainda vale a pena?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.