Posso Viver de Renda com 1 Milhão de Reais?

Viver de renda é um sonho para muitas pessoas. Afinal, nada melhor que apenas ter o dinheiro na conta todos os meses, sem precisar fazer muito para que isso aconteça. No entanto, esse sonho é bem distante da realidade da maior parte dos brasileiros que dependem do próprio salário para sobreviver. Para que os rendimentos de um montante aplicado sejam suficientes para que você tenha uma vida tranquila, é necessário um alto valor de investimento inicial e aplicação em ativos seguros.

Vamos imaginar a seguinte situação: com 1 milhão de reais nas mãos, é possível viver de renda? Ter 1 milhão de reais parece bastante dinheiro não é mesmo? Com esse valor dá pra comprar alguns imóveis, viajar para qualquer lugar do mundo ou se exibir com carros de luxo. Porém, esse valor que parece alto não é suficiente para manter uma vida de riqueza por muito tempo a menos que seja bem administrado ou receba novos montantes a somar com o principal.

Vivendo de Renda com 1 Milhão de Reais

Se você ganhasse 1 milhão de reais, estaria disposto a apenas guardar esse dinheiro e ter uma vida mediana? A questão é que para viver de renda você não poderia comprar nenhum dos itens acima, e ainda assim precisaria de ter uma vida bastante econômica para que o dinheiro fosse suficiente para sustentar suas despesas.

Aplicando o valor de R$1 milhão de reais em investimentos seguros e com boa liquidez, a renda mensal nos primeiros anos seria inferior a R$4 mil. Essa remuneração, apesar de ser bem maior que o salário mínimo, não é, nem de longe, o suficiente para manter um estilo de vida luxuoso. Na verdade, uma renda mensal de R$4 mil garantiria algum conforto, mas não sem os “apertos” financeiros que todos nós estamos acostumados se tivermos um estilo de vida mais descontrolado.

1 milhão

Como investir 1 milhão de reais para viver de renda?

Onde Investir 1 Milhão de Reais

Alguém que tem hoje 1 milhão de reais para investir talvez precise trabalhar para multiplicar esse dinheiro. A poupança, por exemplo, não é a melhor alternativa para quem está pensando em aplicar um montante elevado, servindo apenas para uma reserva de emergência. Para começar, a segurança oferecida pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) é de apenas R$250 mil. Além disso, a remuneração da poupança hoje é inferior a outros investimentos de baixo risco.

Uma opção para quem quer investir para uma remuneração mensal é o Tesouro Direto. Os títulos públicos mais interessantes, o Tesouro Inflação (NTNB), rendem a inflação + uma remuneração pré-fixada no ato da compra. De acordo com dados do Uol Economia, um investimento em títulos do governo com vencimento para 2050 renderia hoje 6% ao ano real, excluídas as taxas de custódia.

Assim, o investidor receberia durante o primeiro ano uma renda mensal de R$3.492, retirando o que será cobrando pelo Imposto de Renda. Após dois anos, a remuneração se tornaria um pouco maior: R$4.188 ao mês.

Dica de Investidor

Essa, porém, é apenas uma referência de investimento. Se você tem esse valor para investir ou está pensando em aplicar montantes menores para, quem sabe, viver de renda no futuro, o mais importante é estudar bastante ou procurar uma boa assessoria financeira. Conversando com um especialista em investimentos você poderá adequar um ou mais aplicações aos seus objetivos específicos e, claro, ao valor quer será aplicado. Ele te orientará sobre os melhores investimentos e possibilidade aumentar a rentabilidade com o passar do tempo.

Lembre-se que investir para viver de renda é um longo caminho e exige dedicação. Mesmo após conseguir juntar um bom montante como um milhão de reais, ainda assim você precisará continuar a investir até que sua renda seja maior que seus gastos, do contrário, a renda pode ir diminuindo e não ser mais suficiente para cobrir seus gastos ao longo dos anos, principalmente quando se é jovem.


RSS por email

Deixe sua opinião “Posso Viver de Renda com 1 Milhão de Reais?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.