Quando Começar a Investir?

Muitos brasileiros se perguntam qual é o momento certo para começar a investir. A verdade é que o investimento deve ser sempre iniciado o quanto antes, independente da renda e da idade do investidor. A questão mais importante diz respeito aos passos necessários para dar início ao investimento. Adianta você apostar do Tesouro Direto se suas dívidas não foram quitadas? É claro que não. O fundamental, portanto, é que você primeiro cuide das finanças adequadamente para depois fazer o dinheiro se multiplicar.

Passos Iniciais

Antes de começar a pensar no tipo de investimento mais rentável é necessário que você consiga manter o orçamento mensal sempre em dia. Isso quer dizer que o investidor deve começar pela quitação de dívidas, estabelecendo metas para que todos os débitos sejam pagos na menor quantidade de tempo possível. Você pode aproveitar esse momento inicial para começar a ler sobre investimentos e se informar sobre o assunto, mas ainda não é hora de investir em nada. Coloque as contas em ordem, veja como você tem gastado seu dinheiro e procure cortar gastos supérfluos. Esses primeiros passos vão servir de base para os seus investimentos, tornando-os mais sólidos.

Investir

Para chegar a grandes investimentos é preciso começar por pequenos passos

Comece a Poupar

Só depois de organizar as finanças é que você poderá começar a poupar. O ideal, nesse momento, é fazer o “bolo” crescer. Com um pouco de dinheiro guardado, será mais fácil escolher por opções de investimento mais rentáveis e obter um retorno mais rápido. Pensando na lógica dos juros, quanto mais você investe, mais você ganha – o que não significa que investimento é coisa para quem tem muito dinheiro. O ponto de partida é poupar 15% do que você ganha por mês. Parece muito? Talvez. Mas essa reserva servirá para a realização de objetivos no futuro. No início pode ser um pouco difícil, porém o hábito fará com que você e sua família se adequem à  renda um pouco menor. Se a dificuldade for muito grande, se obrigue fazendo transferências agendadas para a poupança sempre que o seu salário cair na conta.

Primeiro a Segurança

Sabia que somente 20% dos brasileiros consegue poupar parte do que recebe? Se você já é um membro desse grupo restrito, parabéns! A questão que se coloca aqui é onde o dinheiro poupado deve ser guardado. Nesse momento, a segurança da aplicação deve ser considerada em detrimento da rentabilidade. A resposta mais óbvia é a poupança. Sim, o rendimento do investimento na poupança é baixo, mas esse primeiro montante economizado deve servir para a formação de uma reserva de emergência. Por isso, a liquidez e a segurança da caderneta de poupança são mais atrativos num primeiro momento. Esse fundo deve ter um saldo equivalente a cerca de seis salários mínimos para garantir a cobertura de imprevistos como a perda do emprego, por exemplo.

Hora de Investir

Só depois de seguir todos esses passos é que você deve pensar em investimentos mais lucrativos. Se você já tem um fundo de emergência “rechonchudo”, a dica é procurar um consultor financeiro para se informar sobre investimentos adequados ao seu perfil. O próprio gerente da conta bancária pode ser o primeiro contato com o mundo do investimento, ainda que valha a pena, na hora de investir, comparar as vantagens oferecidas pelos bancos e pelas corretoras. A escolha vai depender do que você espera da aplicação e do quanto pode investir. Com base nessas informações, o profissional conseguirá orientar você para a decisão mais acertada.


RSS por email

Deixe sua opinião “Quando Começar a Investir?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.