Como Ganhar Mais Milhas Com o Cartão de Crédito

Você é do tipo que está sempre contando os pontos do programa de recompensas para trocar por viagens? Hoje em dia, o uso das milhas é uma das vantagens oferecidas pelos cartões, já que a maior parte oferece parceria com programas de milhagens de companhias aéreas. Em tese, quanto mais você gasta no cartão, maiores são as chances de conseguir um bilhete de graça em pouco tempo. No entanto, o resgate e o acúmulo de pontos exigem bastante cuidado e atenção por parte do consumidor. Não adianta sair comprando tudo o que vê pela frente apenas para acumular milhas, pois isso pode levar ao endividamento e a gastos desnecessários, que poderiam ser utilizados para comprar a própria passagem.

Para fazer tudo isso do jeito certo, preparamos algumas dicas sobre o uso das milhas do cartão de crédito. Veja:

Cartão com milhas

Cartão com milhas

Conheça o Seu Programa de Fidelidade

Cada banco tem um ou mais programas de fidelidade, todos com regras próprias. Na prática, isso quer dizer que o funcionamento do seu programa vai interferir diretamente na forma como juntar as milhas. Algumas coisas importantes que você precisa saber são:

  • Qual é a conversão do cartão (pontos por dólar)?
  • Por quanto tempo valem os pontos acumulados?
  • Quais são os programas de milhas parceiros?
  • Como é feito o resgate dos pontos?
  • Qual é o mínimo de pontos necessários para o regaste?

Sabendo a resposta para todas essas perguntas, você está um passo mais próximo da tão sonhada passagem aérea gratuita. Se esse é o seu principal objetivo, vale a pena pesquisar para saber qual cartão é mais vantajoso no resgate de milhas. Também é preciso ter em mente que alguns bancos oferecem processos mais simplificados de resgate e transferência de pontos.

Opte pelo Cartão Mais Adequado

A maioria esmagadora dos cartões oferece a mesma taxa de conversão: 1 ponto = 1 dólar gasto = 1 milha. Porém, existem os cartões diferenciados, que oferecem taxas mais interessantes para quem está pensando nos programas de milhas. Cartões de tipo black, infinite e platinum  costumam converter melhor, possibilitando o acúmulo de pontos mais rapidamente. No entanto, esses cartões custam bem mais caro. Isso quer dizer que não vale a pena solicitar um cartão especial só para juntar mais milhas, a não ser que você consiga negociar descontos na anuidade. Outra opção que costuma valer a pena são os cartões co-branded em parceria com companhias aéreas. Eles oferecem vantagens no ganho de pontos e nem sempre custam mais caro. Veja algumas opções:

Use o Cartão Como Principal Forma de Pagamento

Esta é uma dica bastante difundida, mas que requer atenção. Se o seu objetivo é aproveitar os benefícios das milhas, é possível usar o cartão de crédito de modo a facilitar esse fim. Mas isso não quer dizer que você precisa se endividar, nem usar os serviços tarifados oferecidos pelos bancos. Muita gente acha, por exemplo, que pagar contar de água e luz com o cartão ajudam no acúmulo de pontos. De fato, com um volume de despesas maior, a possibilidade de ganho também aumenta. O problema é que você vai ter gastos com esse serviço, fazendo com que a passagem aérea não seja tão gratuita assim. Então, esse uso do cartão deve ser bem pensado. Gastos do dia a dia, como compras na padaria, podem ser feitos com o cartão de crédito, desde que você tenha em mente que tudo deverá ser pago na data certa e sem atrasos. Cartões do tipo múltiplo também podem pontuar com transações no débito, transferências e outros serviços. Para tanto, é necessário conhecer o programa de fidelidade do qual você participa, como dissemos na primeira dica.

Escolha Bem o Programa de Milhas

Geralmente, os pontos que você juntou com o cartão precisam ser transferidos para um programa de milhas de uma companhia aérea. Já existem bancos, como o Itaú, que realizam o resgate de passagens sem o intermédios das companhias, mas esse não é o procedimento mais comum. Então, a escolha da companhia é fundamental por várias questões. Primeiro porque algumas oferecem condições especiais de troca, que podem beneficiar quem tem mais dificuldade para juntar pontos. Além disso, existem limitações, como as datas de resgate de bilhetes, escolha de acentos e possibilidade de voos internacionais. O ideal é analisar tudo isso com bastante cautela, lembrando que os bancos também fazem as suas parcerias e que você nem sempre poderá escolher livremente por todas as empresas aéreas.

 Não Deixe de Resgatar Seus Pontos

Depois de tanto sacrifício, você não vai deixar os pontos expirarem não é mesmo? Para que todas essas dicas valham a pena, é preciso que você resgate os pontos acumulados. A dica, nesse caso, é planejamento. Dá para calcular, com base nas suas despesas mensais, quando você terá os pontos necessário para conseguir um bilhete aéreo. Dessa forma, fica mais fácil se organizar para viajar e aproveitar o benefício. Fique de olho também no prazo de validade. Na maior parte dos cartões, ele é de dois anos, mas isso também costuma variar de banco para banco. Vá olhando com antecedência quais são as possibilidades de resgate, os destinos possíveis e as datas disponíveis para a viagem. Em último caso, se tudo der errado, use os pontos que você juntou para resgatar outros prêmios disponíveis no catálogo do seu programa de fidelidade. Lembre-se sempre que o bilhete aéreo é grátis, mas somando os gastos e custos da anuidade do cartão, você pagou (e muito) por ele. Não vale a pena simplesmente deixar para lá.


RSS por email

2 Comentários em “Como Ganhar Mais Milhas Com o Cartão de Crédito

  1. marcia diniz pessoa disse em 27/04/2015 às 15:33:

    Gostaria de cadastrar meu cartão de credito pra receber milhas

    • Crédito e Débito disse em 02/05/2015 às 12:29:

      Marcia, o acúmulo de milhas depende do cartão e da empresa. Você deve entrar em contato com seu banco para saber se tem este direito.

Deixe sua opinião “Como Ganhar Mais Milhas Com o Cartão de Crédito

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.