O Que é TED?

Esse é termo bastante falado quando o assunto é banco ou conta bancária. Mas nem todos sabem o que é um TED. Para explicar que tipo de transação bancária é essa, vamos pensar no seguinte exemplo: você pretende comprar um computador de um vendedor na internet, em algum desses sites de compra e venda. O valor do item é R$ 3.000,00, e o vendedor não possui conta no mesmo banco que você e não aceita cartão de crédito ou boleto como form de pagamento. Ele não mora perto de você, para que possa fazer o pagamento pessoalmente, então qual seria a forma mais segura de transferir esse dinheiro para ele?

Transferência Eletrônica Disponível

Quando há a necessidade de se transferir um valor mais elevado para outro banco, a solução mais viável é a Transferência Eletrônica Disponível (TED).

A TED, como é mais conhecida, possibilita a transferência quase que imediata de valores entre bancos diferentes. A transação é rápida porque não precisa passar pelo sistema de compensação do banco e, por isso, atende melhor a quem precisa efetuar a operação rapidamente. Essa transação tem uma cobrança, que é feita pelo banco. Cada banco tem uma tarifa diferente. Se deseja utilizar este serviço no seu banco, procure saber antes qual será a tarifa cobrada.

Limite Para Transferência

TED

Como funciona a TED

Acredite ou não, a TED foi criada em 2002 com um limite mínimo de transferência no valor de R$ 5 milhões. Com esse limite absurdamente alto, somente uma porcentagem muito pequena da população conseguia usar a transferência.

Porém, com o passar dos anos, esse valor foi se tornando cada vez menor. Em 2013, o limite mínimo para transferências via TED passou a ser de R$ 1.000,00, segundo definição da Febraban. Em 2015, o mínimo necessário para realizar o TED foi reajustado para R$ 500 e, em 2016, este valor passou a ser de R$0,01, ou seja, é possível fazer uma TED de qualquer valor.

Não há também um valor máximo, possibilitando que o cliente decida o quanto quer transferir. Assim, a escolha pela TED, em detrimento do DOC, pode ser melhor para aquelas pessoas que necessitam transferir valores mais elevados ou que têm urgência na realização da operação. Para quem recebe, há ainda a vantagem de que a transação não pode ser sustada.

Como Fazer uma TED?

Nós já ensinamos aqui no Crédito e Débito o que é necessário para fazer uma TED. Além de obedecer aos limites estabelecidos, que hoje em dia podemos dizer que não há, é necessário que o interessado em transferir tenha em mãos os dados bancários e CPF/CNPJ do beneficiário. A operação pode ser feita nas agências bancárias, Internet Banking ou caixas eletrônicos. De acordo com a Febraban, as tarifas cobradas pelos bancos são de, em média, R$ 7 para transferências feitas eletronicamente, e R$ 13 para solicitações no atendimento físico do banco. Assim, vale mais a pena usar a internet ou o terminal de autoatendimento, já que o serviço sai mais barato. Além disso, fazer uma TED pela internet é bem mais fácil, rápido e prático.


RSS por email

Deixe sua opinião “O Que é TED?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.