O que é a praça do cheque?

Estudos apontam para uma retração cada vez maior no uso do cheque. No entanto, o Brasil ainda está entre os países onde a forma de pagamento se faz presente de forma ampla. Segundo dados do Banco Central, entre 2002 e 2012 a queda na utilização foi de 12%. O valor dos cheques, porém, aumentou. Entre 2006 e 2011, a média foi de  R$ 941,6 para R$ 1.752,20, o que representa um crescimento de 86%.

O tão anunciado desaparecimento do cheque poderá sim acontecer, mas a forma de pagamento resiste. Em pequenas cidades do interior, os comerciantes preferem receber pagamento com cheques para fugir das taxas cobradas pelas máquinas de cartão. Muitos consumidores, acostumados com os pagamentos com cheque também não abrem mão das folhas preenchidas manualmente.

Para quem emite ou recebe cheques, a praça é algo importantíssimo. O local onde o cheque pode ser sacado determina o tempo que leva para receber o valor devido. Por isso, vários estabelecimentos exigem que o cheque seja da mesma praça, ou seja, do mesmo município onde o comércio está localizado.

Cheque da Mesma Praça

A praça do cheque é a cidade onde fica o seu banco. Quem tem, por exemplo, conta corrente em uma agência sediada em Belo Horizonte, terá cheques com esta praça. Se durante uma viagem você quiser usar seu cheque em Manaus, pode encontrar dificuldades.

O prazo de compensação determinado pelo Banco Central independe da praça, mas outras questões, como a devolução do cheque sem fundos ao depositante, pode ser maior se a praça for diferente. Por isso, antes de apresentar seu cheque, questione ao comerciante sobre as regras específicas do estabelecimento.

Importante: o prazo para apresentação do cheque também depende da praça. Nos cheques da mesma praça, a apresentação deve ser feita em até 30 dias. Já para para praças diferentes, o prazo é de 60 dias.

Cheque

Tire suas dúvidas sobre o que é a praça do cheque

Número da Praça

Se você tem dúvida sobre a praça do seu cheque, existe um número disponível para consulta. Ele pode ser encontrado na folha do cheque, logo abaixo do COMP. Com esse número, fica mais fácil saber sobre os prazos para compensação. Vários municípios podem estar dentro de uma mesma praça. Isso depende muito da distribuição, da proximidade e do tamanho das cidades. Os prazos são sempre os mesmos para a mesma praça, mesmo que o banco seja em uma cidade diferente.

Curiosidade: Cheque Cruzado

Quem não tem muita prática com o uso do cheque pode ter dúvida sobre o cheque cruzado. Fazer duas linhas paralelas no cheque funciona como uma estratégia de segurança. Ao cruzar o cheque, ele só pode ser depositada em uma conta corrente ou poupança. Na prática, isso significa que não será possível receber o dinheiro em mãos no banco.

O cruzamento especial, ou em preto, restringe ainda mais o pagamento. O emissor escreve entre as linhas o nome do banco onde o cheque poderá ser descontado. Assim, quem recebeu o cheque terá que ir a uma agência daquela instituição. Em locais onde você não tem muita certeza sobre a segurança, vale a pena cruzar o cheque.


RSS por email

Deixe sua opinião “O que é a praça do cheque?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.