O endividamento pode ser causado pelo mau uso do dinheiro, falta de planejamento ou mesmo pelo desconhecimento dos próprios serviços bancários. Seja qual for o motivo, a verdade é que a desordem na vida financeira ainda assombra muita gente. Afinal, ter uma dívida pode ser um pesadelo para quem buscar investir em um novo negócio ou adquirir um bem.

A grande questão é que muita gente acaba por não renegociar suas dívidas, fingindo que elas não existem ou postergando o máximo que podem ao invés de ajustar aqueles compromissos ao próprio orçamento. Alguns fazem isso por necessidade, mas muitos porque acham difícil ir até uma agência e negociar seus débitos com o gerente.

A verdade é que os bancos e financeiras até preferem que os clientes demorem para quitar suas dívidas. Afinal, os juros e as taxas referentes ao ajuste da dívida geram lucro para essas instituições. Entretanto, os bancos têm criado ferramentas e canais mais rápidos para negociação de dívidas com clientes. Esse é o casso do BB Solução de Dívidas.

Solução de Dívidas do Banco do Brasil

Com o novo sistema online, os cliente do Banco do Brasil contam com a possibilidade de negociar dívidas atrasadas ou com pagamento em dia. Veja o vídeo para entender um pouco melhor como funciona o serviço de acordo:

A ideia é facilitar os acordos de dívida, sem que o cliente precise sair de casa. Para tanto, é necessário entrar no site do Banco do Brasil, fazer login com sua conta corrente e senha para internet. Com os dados do cliente, o banco faz os cálculos a partir do saldo devedor e oferece diferentes opções de pagamento. A pessoa escolhe a que mais lhe interessa e como vai pagar o valor devido.

Estão disponíveis negociações para o cartão de crédito, cheque especial e empréstimos diversos, sendo que, após a negociação haverá apenas um nova dívida, o que facilitará o controle por parte do cliente. A negociação pode ser feita tanto para dívidas em atraso quanto para aquelas dívidas que estão em dia, mas podem ser quitadas com antecedência ou ainda, aumentar as parcelas para evitar que se fique inadimplente com o banco. Esta opção é muito interessante para quem se vê em apuros e não quer ficar com o nome sujo.

Cuidado Com o Endividamento

A possibilidade de negociação é ótima, mas é preciso que a pessoa tenha em mente como funciona esse novo acordo. No caso das dívidas de cheque especial, cartão de crédito e empréstimos que estão com o pagamento em dia, é importante salientar que a negociação implica em mais juros e, consequentemente, risco de endividamento. Essa facilidade para renegociação não deve ser usada de forma leviana pelo cliente, mas somente em situações realmente necessárias.

O mais interessante é que a alternativa escolhida caiba no bolso do cliente para que ele consiga arcar com a novas prestações e finalmente, se ver livre das dívidas. Todo refinanciamento implica em um novo cálculo dos juros e das prestações, o que significa em um alívio na dívida, mas nem sempre uma economia para o bolso. Fique atento!