O que se paga quando atrasa a fatura do cartão de crédito?

Para usar seu cartão de crédito você precisa se planejar bem e ter uma boa medida de controle. Não é raro ver pessoas gastando mais do que realmente possuem, e o cartão de crédito pode se tornar um vilão nessas horas. Mas, o que acontece quando eu atraso a fatura? será que pode ser tão ruim assim?

Para entender, pense no seguinte: Cartão de crédito, limite de cheque especial, financiamentos e empréstimos pessoais são produtos financeiros. Imagine-os em uma prateleira no supermercado como se fossem produtos com preços diferentes. Se o cartão de crédito estiver nessa prateleira, ele será o item mais caro de todos!

Sim, o cartão de crédito é o produto bancário mais caro. Por exemplo, quando há atraso de um financiamento, você acaba pagando juros, mas, quando você atrasa o cartão de crédito você paga até 10 vezes mais! Por isso, não deixe atrasar o cartão, nem pague apenas o valor mínimo da fatura nem parcele a fatura, isso pode virar uma bola de neve e você perderá o controle de vez.

Fatura de cartão de crédito atrasada pode ocasionar um enorme prejuízo financeiro

Saiba o que você paga ao atrasar a fatura

fatura atrasada cartao de credito

A fatura atrasada gera acréscimo de multa e juros.

Multa – A multa por atraso pode chegar até 2%. Ela deve ser paga se houver a partir de um dia de atraso e não é cumulativa, se você atrasou um dia ou dez dias, pagará o mesmo valor de multa.

Juros por atraso – Ele pode ser cobrado no caso de atraso e pode chegar em até 1%, é proporcional ao período em atraso.

Pagamento parcial – Se você não pagar o valor total de sua fatura, terá uma surpresa nada agradável no próximo mês. Isso porque o valor que não foi pago é acrescido de juros que estão na casa dos 10% (ou até maior). Alguns acabam pagando apenas o parcial da fatura um mês após o outro, o que é um erro fatal para o seu bolso.

O que fazer se não tenho dinheiro para pagar o cartão?

Quando acontece um desequilíbrio, o ideal é tentar fazer um plano o quanto antes. Veja algumas dicas para você conseguir dar a volta por cima, reverter a situação e sofrer menores prejuízos:

Calcule o valor total de suas dívidas no cartão de crédito e tente trocar a dívida do cartão por um crédito pessoal ou financiamento mais barato. Exemplos de créditos mais baratos são: Financiamento ou refinanciamento de veículo, crédito consignado e alguns créditos pessoais.

Caso não consiga uma linha de crédito mais barata, tente renegociar sua fatura imediatamente: dê uma entrada e faça parcelas fixas desde o primeiro momento, então, seja firme e controle seus gastos para não furar o acordo. De preferência, só use novamente o cartão após o pagamento total da dívida em atraso.

Conversar com seu gerente, deixar bem claro seus objetivos para o resto da família e anotar todos seus gastos no papel podem ajudar a se controlar.

Devo cancelar meu cartão?

Muitos acabam tomando uma medida drástica para tentar solucionar o descontrole financeiro: faz o cancelamento do cartão. Em muitos casos, isso pode ser benéfico, pois se trata de cortar o mal pela raiz. Já em outros casos, isso não é aconselhável visto que o cartão pode ajudar em algumas situações. Lembre-se que apenas cancelar o cartão não te isenta da dívida com a operadora ou banco. Você terá de pagar da mesma forma e os juros vão correr

O importante é pensar que você pode retomar o controle de suas finanças se tiver determinação, isso não dependerá do cancelamento ou não de seu cartão. O cancelamento só será importante caso você acredite que não irá conseguir se controlar com o cartão em mãos.


RSS por email

Deixe sua opinião “O que se paga quando atrasa a fatura do cartão de crédito?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.