O Que é Uma Conta Conjunta? Como Usar?

As contas bancárias são ferramentas extremamente utilizadas, para render o seu dinheiro, mantê-lo seguro, dentre outras opções. Elas evitam que os pessoas físicas e jurídicas mantenham dinheiro em espécie em casa, onde estão  sujeitos a roubos ou mesmo mudança de moedas. As contas podem ser individuais, possuindo apenas um titular, ou conjunta, com mais de um titular. Assim, muitas vezes, um casal ou familiares decidem abrir uma conta pra movimentação conjunta, facilitando trâmites financeiros diários.

Desta forma, como pode-se perceber, uma conta conjunta possui dois ou mais titulares, que possuem direitos iguais. Esta modalidade de conta é muito difundida entre casais, que pretendem juntar dinheiro ou mesmo seus rendimentos. Porém, as contas conjuntas podem representar uma problemática em relação a movimentação, o que pode ocasionar desavenças entre os titular. Por isso, existem as contas conjuntas solidárias e não-solidárias. Abaixo iremos falar mais sobre, confira.

Contas Conjuntas

As contas conjuntas são comumente abertas por casais, que pretendem juntar todos os seus rendimentos. Assim, ambos podem ser os titulares da conta bancária. Porém, esta não é a única possibilidade. Empresas, sócios, amigos e familiares também podem possuir contas conjuntas para suprirem as suas necessidades.

A conta conjunta é uma conta bancária que possui dois ou mais titulares. Estes titulares possuem direitos iguais, determinados pelo regime de conta escolhido. Quando é permitido que um dos titulares movimente a conta de forma indiscriminada, com total liberdade e sem a permissão dos demais titulares, significa que é uma conta conjunta solidária.

A conta conjunta possui mais de um titular.

A conta conjunta possui dois ou mais titulares.

Entretando, muitos não desejam este tipo de regime. Isso porque, por exemplo, caso a conta contenha R$50.000,00 e um dos titulares retire este dinheiro, é permitido e dentro das leis. Este tipo de situação pode ser perigosa quando há algum tipo de desavença entre os titulares, como divórcio. Assim, existe outra possibilidade de regime de conta, que é a conta conjunta não-solidária. Nesta opção, qualquer tipo de movimentação na conta deve ser autorizada por todos os titulares.

A abertura da conta conjunta é feita igual a conta individual, com apenas um titular. Porém, o processo pode ser um pouco mais demorado pois todos os titulares precisam estar presentes para  a assinatura dos contratos e apresentação dos documentos. É necessário que todos apresentem documento identificação com foto, como por exemplo identidade e carteira motorista, comprovante de residência atualizado e também o comprovante de renda.

Ademais, a conta conjunta pode ser uma conta-corrente tradicional ou conta poupança conjunta. No caso da poupança conjunta, não serão cobradas tarifas, mesmo que tenha mais de um titular. Já a conta-corrente possuirá tarifas de acordo com o pacote de serviços contratado, mas elas não irão aumentar com o acréscimo de titulares. Além disso, caso você já seja titular de uma conta-corrente e deseje muda-la para conta conjunta, é possível realizar este processo.

Para realizar o encerramento de uma conta conjunta, é preciso que todos os titulares se apresentem no banco para pedirem o cancelamento. Alguns bancos permitem que as contas sejam canceladas apenas com a presença de um titular, mas isso deve ser conferido. Ademais, todo o saldo na conta deve ser retirado antes que ela seja encerrada, pois os bancos não têm permissão para realizarem este processo caso haja algum saldo.

Vale a pena possuir uma conta conjunta?

As contas conjuntas são diferentes das contas individuais. Isso porque elas dão a possibilidade de mais indivíduos se tornarem titulares, e possuírem os mesmos direitos em relação ao dinheiro contido na conta. Isso é interessante para pessoas que desejam compartilhar suas rendas, ou mesmo que necessitam disso pois são sócios de algum negócio.

Casais já casados ou prestes a firmarem o matrimônio podem usufruir das contas conjuntas, juntando dinheiro para o futuro. Também, donos de um mesmo empreendimento podem utilizar a conta conjunta a fim de compartilharem e terem o mesmo controle sobre as vendas realizadas e a renda. Ou seja, em certas situações, a conta conjunta pode valer a pena.


RSS por email

Deixe sua opinião “O Que é Uma Conta Conjunta? Como Usar?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.