Agiotagem é crime? Veja porque não tomar empréstimo com agiota

Algumas pessoas, em momentos de maior aperto financeiro, costumam recorrer a empréstimos e créditos disponibilizados pelos bancos e instituições financeiras conhecidas no mercado. Entretanto, em determinados casos, as empresas recusam o pedido do cliente, fazendo com que ele recorrer a outras alternativas, como os agiotas.

Independentemente do caso, recorrer a um agiota é uma péssima ideia. Primeiramente, a prática de agiotagem é um crime. Qualquer tipo de serviço de empréstimo que não possua uma autorização do Banco Central praticando juros acima de 12% ao mês, é uma prática ilegal.

As pessoas ou empresas que praticam a agiotagem são famosas por conta de disponibilizarem os empréstimos sem a necessidade de o cliente apresentar uma comprovação de renda, ou seja, eles oferecem um dinheiro de uma maneira muito mais fácil do que as empresas mais convencionais.

Por que agiotagem é crime?

Quando uma pessoa tem que recorrer a empréstimo, ela já tem em mente que os valores pagos referentes a quantia que foi pega junto a instituição financeira receberão acréscimos, os famosos juros, que tornam essa opção menos atrativa.

Os empréstimos praticados pelos agiotas também funcionam dessa maneira. Ao solicitar uma determinada quantia emprestada para um agiota, a pessoa deve ter em mente que futuramente ela terá que pagar os juros.

O que difere os empréstimos dos agiotas com os serviços disponibilizados pelos bancos é justamente os valores dos juros. Enquanto os bancos praticam em média uma taxa de 1,39% de juros ao mês, os agiotas praticam taxas com valores exorbitantes.

dinheiro sujo de agiotagem

Agiotagem é crime e pode dar cadeia

Alguns agiotas chegam a praticar taxas de 30% de juros ao mês e, como foi dito anteriormente, o Banco Central limita uma taxa de 12% ao mês. Além disso, toda a instituição ou pessoa física que disponibilize serviços de empréstimo devem possuir uma autorização do Banco Central para essa prática.

Todavia, os juros não são as únicas desvantagens dos serviços prestados pelos agiotas. Também é preciso ficar de olho nos riscos que esse tipo de serviço oferece, como assédio moral, intimidação, ameaças, pressão para solicitar novos empréstimos para pagar as dívidas ativas, entre outros.

Por conta disso, solicitar um empréstimo junto a um agiota nunca é uma boa opção. Além da pratica ser ilegal, quem procura um agiota pode acabar se envolvendo em uma grande confusão, que possui tendências a aumentar conforme o tempo.

É importante enfatizar que existem várias alternativas para aqueles que precisam de dinheiro emprestado. Basta procurar nas instituições e escolher a melhor opção que os bancos e as instituições podem oferecer.

Alternativas para não recorrer a um agiota

Antes de procurar o seu gerente solicitando o empréstimo, é necessário saber identificar o seu problema e ver se a melhor alternativa é mesmo contratar o serviço de crédito do banco. Procure compreender quais que são as suas dívidas e como que o orçamento da sua residência está sendo dividido.

Procure evitar gastos desnecessários, como refeições em restaurantes e fast-foods, priorizando apenas aqueles gastos que são necessários, como as contas de água, luz, etc. Caso seja possível, procure outra alternativa para conseguir mais renda, como bicos nos finais de semana e trabalhos freelancer.

Veja se há opções de renegociação das suas dívidas, como parcelamentos ou alternativas de quitação integral da dívida com desconto. Se ainda assim não conseguir viabilizar sua renda de forma que consiga pagar a dívida, recorra ao empréstimo bancário.

Sempre solicite esse tipo de serviço em instituições que possuem a autorização do Banco Central para oferece os empréstimos aos clientes e, mesmo se você for negativado, existem instituições financeiras especializadas em crédito para negativados.

Mesmo que pareça que os serviços dos agiotas são mais fáceis de se conseguir, nunca recorra a eles para conseguir dinheiro de modo mais fácil. Agiotagem é um crime e possui graves consequências e riscos para aqueles que contratam esses empréstimos.


RSS por email

Deixe sua opinião “Agiotagem é crime? Veja porque não tomar empréstimo com agiota

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.