O Que é o Cadastro Positivo? Como funciona?

É comum que, quando um consumidor se torna inadimplente, ele seja inscrito nos órgãos de restrição ao crédito, como SPC ou Serasa. Assim, a maioria dos indivíduos se esforça para quitar todas as suas dívidas nas datas certas, e serem bons clientes e pagadores. E, como os inadimplentes são punidos com o nome negativado, os indivíduos que são regulares em seus pagamentos devem ser recompensados, pois todos sabemos que a missão de cumprir com seus comprossimos pode ser difícil, caso aconteçam imprevistos.

Desta forma, para valorizar estas pessoas que prezam por uma boa reputação em relação aos seus pagamentos, foi criado o Cadastro Positivo. Esta lista de bons pagadores foi criada em 2011, e entrou em vigor em 2013. Porém, o Cadastro Positivo nunca foi muito popular, pois poucas pessoas solicitavam a sua inclusão. Por isso, foram adotadas algumas mudanças em 2019.

Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo, como mencionamos, é uma “lista de bons pagadores”. Assim, todos os indivíduos que são regulares em seus pagamentos, os realizando nas datas corretas, são inscritos no cadastro. Do mesmo modo que os cadastros negativos apresentam o histórico do consumidor, o positivo também faz este papel, de forma contrária.

É fato que todos os consumidores têm como obrigação cumprir com os seus compromissos financeiros. Ou seja, quando você compra algo, obtém para si a responsabilidade de pagar. Entretanto, sabe-se que pode ser difícil cumprir com estas responsabilidades, principalmente quando acontecem imprevistos financeiros. Assim, deve-se sim valorizar os indivíduos que conseguem realizar este feito, mesmo com o caótico cenário financeiro atual. Visto estas questões, o Cadastro Positivo foi criado.

Saiba como funciona o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo é benéfico para quem mantêm o pagamento das suas contas em dia.

Com esta ferramenta, o consumidor com boa reputação pode usufruir de mais facilidade para obter serviços financeiros, como os que envolvem crédito. Com o Cadastro Positivo os credores podem identificar mais facilmente quais são os clientes que teoricamente são mais confiáveis. Ademais, o objetivo do governo era que as instituições financeiras começassem a acirrar a competição no mercado financeiro, “disputando” por estes bons pagadores e, consequentemente, oferecendo melhores condições e taxas.

Antes, a inscrição no Cadastro Positivo era facultativa. Ou seja, caso você quisesse ser inscrito na lista de bons pagadores, deveria solicitar. Porém, este método ocasionou a baixa adesão a este sistema e nao. Assim, este programa que foi criado em 2011, sofreu modificações em 2019.

A inscrição no Cadastro Positivo passou a ser automática, e quem for adicionado no cadastro deve ser comunicado. Este indivíduo tem a opção de solicitar a retirada do sistema em até  30 dias. Esta solicitação só pode ser feita pelo próprio indivíduo inscrito, e o gestor tem até dois dias úteis para atender ao pedido. Ademais, surgiram as notas de crédito. Ou seja, quem tem as contas em dia recebe uma pontuação.

Além disso, os gestores do banco de dados podem compartilhar as informações com empresas e bancos, e o consumidor poderá ver seu histórico e pontuação e pedir que informações erradas sejam corrigidas em até 10 dias. Também, a quebra do sigilo bancário das informações inseridas pode levar a prisão de um a quatro anos.

Como funciona a nota de crédito?

A pontuação dos indivíduos é feita para que as empresas tenham como interpretar as informações sobre o cliente mais facilmente. Quem realiza os seus pagamentos nas datas corretas e possui menos de 30% de sua renda comprometida com empréstimos, pode ter o aumento da sua nota. Agora, quem atrasa os seus pagamentos, possui o nome sujo e tem grande parte de sua renda comprometida tem a nota reduzida.

O score de cada cadastrado vai de 0 a 1.000. Os que possuem pontuação de 0 a 301 estão na pior avaliação, e são classificados como indivíduos com alta possibilidade de darem calote. Os com pontuação de 301 a 700 estão no nível mediano. Já os com pontuação de 700 a 1.000 possuem a melhor avaliação, e também são classificados como indivíduos difíceis de serem inadimplentes. Claramente, quanto mais perto do 1.000, melhor.

Para ter uma boa avaliação no Cadastro Positivo, e se beneficiar com as consequências disso, é preciso pagar suas contas em dia, seja elas contas de luz, água, etc. Ademais, se programe para que realize compras de forma planejada, sem comprometer grande parte de sua renda.


RSS por email

Deixe sua opinião “O Que é o Cadastro Positivo? Como funciona?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.