Como Pagar o Boleto FIES e Obter a Segunda Via na Caixa?

O FIES (Programa de Financiamento Estudantil) foi criado pelo governo federal em 1999 com o objetivo de auxiliar estudantes de cursos superiores sem condições de arcar com o pagamento da faculdade. Assim, há mais de 15 anos o programa permite que alunos de baixa renda possam obter o tão sonhado diploma.

Muitas pessoas tem dúvidas acerca de como pagar o boleto do FIES e como obter a segunda via. É possível emitir a segunda via do boleto pelos sites dos bancos financiadores. No caso da Caixa, não é necessário informar usuário e senha, e o horário de emissão é de 9 as 19 horas, em dias úteis. O boleto pode ser pago pela internet, caixas eletrônicos, agências e lotéricas.

Sobre o FIES

Atualmente milhares de estudantes são beneficiados pelo FIES e são quase 1.500 instituições de ensino participantes. Ao total, são 2.080 campi em todo o país. Para participar do programa, o aluno precisa passar por uma seleção rigorosa, com critérios objetivos e impessoais. Segundo o site oficial, o Novo Fies “é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamento que varia conforme a renda familiar do candidato.”

O governo mudou o modelo do FIES, para que o Fundo seja mais sustentável e consiga atender mais pessoas. O novo FIES é dividido em duas modalidades. Na primeira, o estudante consegue a vaga com juros zero, caso tenha renda familiar per capta de até três salários mínimos.

A outra modalidade atende estudantes que tenham renda familiar per capta de até cinco salários mínimos, funcionando com recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento, além de investimento de bancos privados.

Caso seja financiado pela Caixa, o estudante consegue tirar a segunda via pelo site.

Pagamento do FIES

A partir de 2018, algumas regras acerca do pagamento do FIES foram modificadas. Como dito, para estudantes na modalidade 1, o financiamento tem taxa de juros zero e é custeados por recursos públicos. Já na outra modalidade, também chamada de P-FIES, o financiamento é feito por bancos privados e instituições financeiras.

Enquanto o aluno estiver cursando a faculdade, ele precisará arcar somente com parcelas que são referentes aos encargos do seu financiamento, o que não se aplica para estudantes da modalidade 1. Este valor possui um teto máximo, mas pode ser negociado de acordo com o contrato. Agora, estudantes do P-FIES tem a opção até mesmo de começar a pagar seu financiamento nesta fase.

Antes, os estudantes possuíam um período de carência de 18 meses para que o aluno comece a pagar pelo crédito. Porém, a partir de 2018 não existe mais este período de carência, e as parcelas do FIES passam a ser debitadas do salário do financiado, assim que ele consegue um emprego de carteira assinada.

Os prazos e valores das parcelas variam de acordo com o curso do estudante, período de conclusão, edição do FIES e a legislação firmada. O pagamento das prestações é feito por meio de boletos ou por débito automático na conta, que são emitidos pelos bancos que financiam, como Caixa Econômica e outros bancos privados.

O estudante começa a pagar no primeiro mês após a formatura. Caso ele esteja formalmente desempregado, há o desconto em folha. E, se ele não possuir renda, o pagamento será feito mediante parcelas mínimas mensais.

Segunda Via do Boleto

Quem já utiliza o FIES deve pagar os boletos em dia para evitar novos encargos. O documento pode ser emitido facilmente pela internet,no caso da Caixa Econômica.

Acessando o link, você verá um formulário solicitando seu CPF e a digitação de um código verificador. Com essas informações, o usuário será encaminhado para uma nova página com os boletos pendentes. Eles poderão ser impressos para pagamento em caixas eletrônicos, lotéricas e agências bancárias. A linha digitável serve para uso no internet banking ou aplicativos bancários para celular. Se houver atraso e o valor precisar ser recalculado, o próprios sistema da Caixa faz as atualizações.

O pagamento de boletos deve ser sempre feito com cautela, pois há vários golpes que envolvem a emissão de cobranças falsas. As dicas da Caixa Econômica para você não cair nessas armadilhas são observar se o código do banco e os três primeiros números do códigos de barras estão corretos, emitir sempre o boleto pelo site oficial da Caixa e não confiar em terceiros para emiti-lo.

Seguindo as recomendações, você corre menos riscos ao emitir a segunda via do boleto do FIES.


RSS por email

Deixe sua opinião “Como Pagar o Boleto FIES e Obter a Segunda Via na Caixa?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.