Lançado em 21 de setembro deste ano, o Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) é parte do Programa Nacional de Microcrédito – ou Crescer.

O objetivo do programa é oferecer crédito a juros baixos para empreendedores individuais formalizados e microempresas com faturamento anual de até R$ 120 mil. Com essa medida, o governo espera esquentar a economia, bem como contribuir para a ascensão social da população como um todo.

Banco do Brasil
Banco do Brasil

“É muito importante que lembremos que queremos crédito para capital de giro e investimento. Temos certeza de que os recursos de crédito para capital de giro vão levar, de uma forma virtuosa, ao aumento da demanda, de mais renda e de mais consumo da população” (Presidenta Dilma Rousseff, em discurso na ocasião do lançamento do Programa Crescer).

Microcrédito Produtivo Orientado

Seguindo as orientações do Programa Crescer, o Banco do Brasil criou o MPO, voltado para atender às necessidades financeiras de empreendedores de pequeno porte. Além das taxas de juros menores que as normalmente cobradas no mercado, a grande vantagem dessa linha de crédito é o acompanhamento de um funcionário do BB, preparado para orientar e conduzir o desenvolvimento do empreendimento.

Valores e taxas

O crédito pode ser de no mínimo R$150,00 e máximo de R$15.000,00. Os juros cobrados são de 0,64% ao mês, o que equivale a 8% ao ano. A operação é isenta de imposto sobre operações financeiras (IOF) e é cobrado 1% sobre o valor da operação, referente à taxa de abertura de crédito (TAC).