Como Alugar um Imóvel sem Fiador?

O aluguel é uma opção para muitas pessoas que não desejam ou não tem condição financeira de comprar um imóvel na situação atual. Por isso, a maioria opta por um aluguel até que realmente realizem a compra de sua casa própria. Porém, algumas imobiliárias pedem ao indivíduo um fiador para fechar o contrato. Conseguir um avalista não é fácil e, além disso, é um constrangimento pra muitas pessoas ter que pedir esse favor.

Mas se for alugar um imóvel em São Paulo, Rio de Janeiro ou Belo Horizonte, por exemplo, não precisa de fiador. Isso porque muitas imobiliárias adotam o sistema de fiança ou caução em dinheiro. Até bem pouco tempo atrás era comum que as imobiliárias pedissem um ou mais fiadores na hora de alugar um imóvel. Mas, a prática está se tornando cada vez mais em desuso.

Alternativas ao Fiador

Muitas imobiliárias pedem para que o cliente arrume um fiador ou mais para que elas tenham uma garantia a mais de que o aluguel será pago. Então, quem se torna fiador de alguém, seja parente ou amigo, assume a responsabilidade de arcar com o aluguel caso a pessoa não o pague.

Porém, pedir este favor a alguém pode ser uma situação constrangedora ou mesmo o indivíduo que irá alugar não tem nenhum conhecido para realizar esta função. Por isso, muitas imobiliária estão adotando outras medidas de garantia, como o seguro, caução, fundos de investimento e títulos de capitalização e depósito de aluguel adiantado.

Seguro fiança

O seguro fiança é uma das opções usadas pelos proprietários que exige do inquilino como garantia do aluguel. A prática é prevista por lei e garante agilidade ao processo de locação, além de possibilitar mais segurança ao dono do imóvel.

Neste caso o seguro serve tanto para aluguel de imóvel para residência, para temporada, ou para serviço, como escritório, consultório, clínica ou mesmo comércio, como agência bancária. Geralmente nos grandes centros urbanos, a prática do seguro fiança tem sido bem comum e muitas imobiliárias já aderiram a esta praticidade. Há até imobiliária que só trabalha com esta forma de garantia.

O seguro de fiança locatícia é uma apólice de seguro, e é contratada pelo inquilino junto a uma seguradora. O seguro, além de garantir o pagamento do aluguel em caso de inadimplência do locatário, prevê como forma adicional contratação de cobertura nos casos de danos ao imóvel ou no caso de despesas judiciais. Existem seguradoras que incluem no pacote: IPTU, despesas de condomínio, serviços emergências de 24 horas etc.

O valor do serviço é pago anualmente e varia entre um aluguel e um e meio. Apesar de ser um valor alto, como um 13º aluguel pago, é uma forma de garantia que não envolve terceiros. Mas, neste caso, o novo morador irá se desfazer das frustrações e desagrado em ter que procurar um fiador.

Caução em dinheiro

Se você prefere esta modalidade será preciso ter um pouco de dinheiro reservado. Pois já de cara irá desembolsar o valor de 3 meses de aluguel que será depositado em uma conta poupança conjunta entre locatário e locador. A conta só poderá ser mexida dos dois lados, ou por determinação judicial. Também tem-se a possibilidade do caução ser feito por meio de cheques.

Para o inquilino, apesar de ter que mobilizar recursos que daria para pagar três meses de aluguel, no fim do contrato, tudo correndo bem, o dinheiro volta ao seu poder.

Para o proprietário, no caso de inadimplência do inquilino, não irá arcar com prejuízos. Porém, por questões burocráticas e trâmites judiciais, reaver o seu dinheiro poderá levar até o prazo de um ano. Mas o pagamento é garantido!

Fundos de investimento e títulos de capitalização

Este tipo de garantia pode ser possível caso você tenha fundos de investimento no seu nome. Apesar desta forma ser a menos comum, ela também é a mais vantajosa para ambos os lados. Isso porque, caso o locatário não pague o aluguel, o dono do imóvel pode pedir que as cotas de investimento (quantia igual ao valor do aluguel) sejam transferidas para o seu nome.

Assim, o locador pode manter o valor investido ou recebe-lo em dinheiro. Isso será vantajoso pois o dinheiro pode render no fundo de investimento, futuramente.

Do mesmo modo que tem como adquirir um seguro, também é possível fazer o mesmo com o fundo de investimento. A imobiliária realiza este meio de campo para que o dono do imóvel e o locatário possam decidir um valor para ele.

Depósito de aluguel adiantado

Esta alternativa é muito simples. Caso seja interesse de ambos, e esteja previsto no contrato, o inquilino pode depositar um ou mais aluguéis na conta do locador. Este valor é um pagamento adiantado, para passar mais confiança ao dono do imóvel. Não é uma opção muito vantajosa para o proprietário, pois ele não tem uma real garantia de que os próximos alugueis serão pagos.


RSS por email

Deixe sua opinião “Como Alugar um Imóvel sem Fiador?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.