O que é e como funciona custódia de cheques?

O cheque é um documento que permite ao destinatário que retire da conta do emissor a quantia determinada, escrita no papel. É uma forma muito simples de realizar um pagamento, pois é um título de crédito sem a utilização do dinheiro vivo. Hoje em dia, se tornou uma forma de trâmite financeiro muito popular, adotado geralmente para a quantias altas e que precisam de uma data específica para ser recebida.

Porém, muitos preferem nem aceitar pagamentos em cheques, principalmente com a facilidade de se ter uma máquina de cartão, que às vezes não requer nem mesmo uma conta corrente para receber. Também, os cheques continuam tendo alto índice de problemas principalmente por falta de fundos. E, não bastando esta dificuldade, ainda tem os cheques “bom para”, conhecidos como pré-datados, em que podemos perder ou esquecer a data de depósito.

Para a resolução destes problemas existe um serviço oferecido por bancos para facilitar o recebimento em cheques, que é a custódia de cheque. Você sabe como funciona? Sabe como utilizar este serviço? Entenda tudo no post abaixo:

Como funciona a custódia de cheque?

Supondo que você ou a sua empresa receba por cheques pré-datados, aqueles como a expressão “bom para”, que exibe a melhor data para ser depositado. Neste caso, você deveria guardar o cheque até a data programada e então depositá-lo.

Pois bem, enquanto você fica com o cheque, corre o risco de perder, ser roubado e de esquecer a data em que deve depositar, correto? A custódia serve para evitar estes problemas. Quando você contrata tal serviço com seu banco de relacionamento, sempre que receber um cheque poderá depositar neste sistema. Ao deixar seu cheque em custódia, o banco fará o depósito na data programada , evitando que ocorram situações adversas.

A custódia de cheques é mais utilizada por empresas que recebem muitos cheques como forma de pagamento. Desta forma, evitam ficar com altos valores em seus escritórios e não precisam se preocupar em fazer os depósitos na data correta, entretanto serão cobrados tarifas por estes serviços. Pessoas físicas também podem contratar o serviço, precisa antes conversar com seu gerente.

Também é possível a antecipação dos valores referente aos cheques. Por exemplo, você deixa um cheque sobre custódia que irá ser descontado em 2 meses, mas precisa do dinheiro antes desta data. Com isso, tem a possibilidade de solicitar a antecipação do valor do cheque em sua conta corrente. Para o serviço serão cobradas taxas de juros, como qualquer outro oferecido pelo banco. Assim, você irá receber o valor do cheque menos as tarifas de serviço cobradas pelo banco pela antecipação. Em 2 meses, quando o cheque for descontado, o valor fica com o banco. Caso o cheque não tiver fundos, você deverá efetuar o pagamento.

A antecipação é uma vantagem para quem deixa o cheque sob custódia no banco, porém, deve-se estudar o custo desta operação, que pode ser bem alta e não compensar. Ademais, banco pode limitar estas antecipações, tudo vai depender de como movimenta a sua conta corrente.

Contudo, é imprescindível que manter os cheques em custódia, embora tenha um custo que pode não ser tão atrativo, possui suas vantagens. Vamos relembra-las? Você não fica com as folhas de cheque em sua posse, correndo o risco de perder, estraga-las ou ser assaltado, não precisa se preocupar com as datas de depósito, pois o banco fará isto automaticamente, poderá conferir os cheques em posse do banco por extratos e através do internet banking, poderá depositar os cheques através dos caixas eletrônicos e tem a opção de antecipar os valores, quando precisar.

A desvantagem é o custo das operações de custódia, incluir, modificar a data, excluir. Para todas as movimentações é cobrada uma tarifa, além de cobranças de IOF e outros encargos. Existem bancos que até possibilitam que o cliente utilize aplicativos e o Internet Banking para cadastrar os cheques, só os enviando posteriormente para a agência. Sem dúvidas, é um serviço que facilita o cotidiano de muitas empresas.

Para contratar o serviço de custódia de cheques, você precisa ser correntista da instituição. Basta ir até a agência ou no caixa eletrônico. Caso realizar esta operação no caixa eletrônico, basta colocar o cheque no envelope, escrever todas as informações requisitadas e seguir as instruções que aparecerão na tela do seu terminal. É necessário depositar um cheque por envelope e informar corretamente a data de “bom para”. Apesar da adesão ao serviço acontecer, geralmente, quando aberta a conta corrente, o cliente pode se apresentar em sua agência para solicitar o serviço. Caso o banco tenha atendimento online, também pode ser feito por este meio.

Além deste serviço, bancos como o Santander oferecem aos clientes a possibilidade de consultar os cheques no Serasa por meio do Internet Banking.

Bom, gostou do post? Tem alguma dúvida restante? Comente aqui, para que possamos o ajudar da melhor forma possível.


RSS por email

Deixe sua opinião “O que é e como funciona custódia de cheques?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.