Como Funciona o Rotativo do Cartão de Crédito e o Parcelamento da Fatura?

Os cartões de crédito são ferramentas muito úteis e facilitadoras, pois eles possibilitam a compra imediata de produtos pela internet e contratação de serviços online. Também, com o cartão de crédito, pode-se realizar estes gastos e apenas pagá-los em até 40 dias, prazo máximo para a maioria das empresas, que é disponibilizado de acordo com a data da compra. Logo, como pode-se ver, possuir um cartão de crédito pode ser muito vantajoso.

Porém, é preciso tomar cuidado com esta ferramenta, exatamente pela facilidade que esta proporciona. Como não é preciso ter dinheiro na hora da compra, apenas limite de crédito, muitas pessoas realizam compras sem pensar no futuro e na fatura total do cartão. E, isto leva ao endividamente, o que complica profundamente a vida financeira dos usuários, visto que os cartões de crédito possuem os juros mais altos do mercado.

Quando não paga-se a fatura do cartão integralmente, há a opção de pagar o valor mínimo, o valor parcial ou mesmo realizar o parcelamento. Em todas estas situações, incidem-se juros. O juros rotativo incide quando o cliente paga o valor mínimo da fatura do cartão de crédito ou um valor abaixo do total. Como o juros rotativo é muito alto, o Conselho Monetário Nacional determina que os bancos devem oferecer ao cliente que está no rotativo há um mês o crédito parcelado, que é uma opção de crédito com juros mais barato.

Juros rotativo e parcelamento

Quando não há planejamento financeiro ou ocorrem imprevistos muito graves, o usuário do cartão de crédito pode se deparar com uma fatura mais alta do que pode arcar, no final do mês. E, nestas situações, é preciso buscar uma opção de pagamento mais acessível.

Comumente, na própria fatura do cliente, vêm opções alternativas ao pagamento integral da fatura. Por exemplo, pagamento parcelado, parcial ou do valor mínimo. Porém, todos estas alternativas possuem a incidência de juros, visto que são métodos para pessoas que não estão aptas para arcarem com suas dívidas de forma imediata. Ou seja, são empréstimos.

Saiba como funciona o rotativo e o parcelamento.

Nas faturas dos cartões de crédito, pode-se ver opções de pagamento alternativas.

O pagamento mínimo ou parcial da fatura é o que proporciona juros mais altos, os famosos juros rotativos. Estes são os juros mais altos do mercado de linhas de crédito, e, por isto, são os responsáveis pela maioria dos endividamentos no país. Devido à isto, o Conselho Monetário Nacional determinou que os bancos, após o cliente utilizar um mês do rotativo, devem oferecer opções de parcelamento que tenham juros mais acessíveis a eles. Confira abaixo as taxas de juros divulgadas pelo Banco Central do Brasil.

Taxas de juros
Posição
Instituição
% a.m.
% a.a.
1
CCB BRASIL S.A. – CFI
0,68
8,47
2
BCO ANDBANK S.A.
1,47
19,07
3
BANCO INTER
4,58
71,14
4
BCO DAYCOVAL S.A
4,77
74,85
5
BCO OLÉ BONSUCESSO CONSIGNADO S.A.
4,90
77,56
6
BCO BMG S.A.
5,58
91,86
7
BCO INDUSTRIAL DO BRASIL S.A.
6,55
114,18
8
BANCOOB
8,63
170,01
9
BCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A.
8,85
176,53
10
BCO C6 S.A.
8,96
179,90
11
BCO DO BRASIL S.A.
9,96
212,38
12
CARUANA SCFI
10,23
221,97
13
CAIXA ECONOMICA FEDERAL
10,30
224,42
14
BCO MERCANTIL DO BRASIL S.A.
10,45
229,48
15
BCO BANESTES S.A.
10,45
229,70
16
CREDIARE CFI S.A.
11,07
252,44
17
BCO SAFRA S.A.
11,09
253,37
18
KREDILIG S.A. – CFI
11,12
254,29
19
BCO ITAUCARD S.A.
11,35
263,18
20
BCO SANTANDER (BRASIL) S.A.
11,39
264,81
21
BANCO CBSS
11,48
268,38
22
BCO BRADESCO S.A.
11,66
275,50
23
NOVO BCO CONTINENTAL S.A. – BM
11,69
277,00
24
PORTOSEG S.A. CFI
12,17
296,90
25
BCO CETELEM S.A.
12,24
299,71
26
BCO DO EST. DO PA S.A.
12,25
300,12
27
BCO LOSANGO S.A.
13,17
341,35
28
BV FINANCEIRA S.A. CFI
13,38
351,37
29
BANCO PAN
13,41
352,88
30
BANCO BRADESCARD
13,54
359,11
31
FIN. ITAÚ CBD CFI
13,70
366,77
32
BCO DO ESTADO DO RS S.A.
13,82
372,76
33
MIDWAY S.A. – SCFI
14,03
383,56
34
BANCO ORIGINAL
14,41
403,18
35
HIPERCARD BM S.A.
14,66
416,17
36
BCO CSF S.A.
14,88
428,60
37
BANCO INVESTCRED UNIBANCO S.A.
14,97
433,62
38
LUIZACRED S.A. SOC CFI
15,04
437,36
39
SOROCRED CFI S.A.
15,29
451,25
40
SENFF S.A. – CFI
15,90
487,33
41
HS FINANCEIRA
16,02
495,02
42
REALIZE CFI S.A.
16,03
495,27
43
BCO DO EST. DE SE S.A.
16,08
498,31
44
BCO A.J. RENNER S.A.
16,08
498,34
45
AVISTA S.A. CFI
16,68
536,65
46
LECCA CFI S.A.
16,88
550,00
47
VIA CERTA FINANCIADORA S.A. – CFI
17,04
560,51
48
PERNAMBUCANAS FINANC S.A. CFI
17,73
608,74
49
OMNI SA CFI
17,81
615,15
50
SAX S.A. CFI
18,00
628,87
51
DACASA FINANCEIRA S/A – SCFI
18,01
629,83
52
BCO TRIANGULO S.A.
19,39
739,05
53
BCO CREFISA S.A.
19,49
747,34
54
BCO AGIBANK S.A.
19,66
762,17
55
OMNI BANCO S.A.
19,99
790,53

Já o parcelamento ocorre quando o usuário já deseja optar por esta linha de crédito, que possui juros mais baixos, desde o início. Por isto, comumente recomenda-se que, nas situações em que não é possível pagar integralmente a fatura, já opte-se pelo parcelamento, escolhendo um prazo de pagamento e parcelas acessíveis.


RSS por email

Deixe sua opinião “Como Funciona o Rotativo do Cartão de Crédito e o Parcelamento da Fatura?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.