Como Ficam as Dívidas Depois da Portabilidade de Salário?

A portabilidade de salário é uma operação feita por indivíduos que desejam transferir o seu salário para outro banco. Isso ocorre com muita frequência, pois as contas salário são limitadas e não dão muito margem para que os usuários possam realizar operações financeiras. Ademais, a escolha do banco no qual o indivíduo irá abrir a conta para receber a sua remuneração mensal é feita pelo empregador, e esta instituição pode não ser compatível com os desejos dos funcionários.

Porém, antes que a portabilidade seja solicitada, os titulares das contas podem obter empréstimos consignados ou outras dívidas, cuja as parcelas são descontadas diretamente na conta salário. Estas dívidas também podem ser transferidas para o mesmo banco que o salário, ou pode-se deixa-las na conta salário para ser descontada. Para a portabilidade de crédito, é preciso fornecer ao banco para qual a portabilidade será feita documentos, como um que comprove o saldo de sua dívida atualizado. Ademais, o banco pode ou não aceitar a transferência da dívida. Abaixo, saiba mais sobre este processo.

Dívidas na portabilidade de salário

Quando um indivíduo decide realizar uma portabilidade de salário, ele deve decidir o que será feito também com suas dívidas, caso as tenham. Existem duas possíveis soluções: realizar a portabilidade de crédito, transferindo também as suas dívidas para o banco para o qual será feita a portabilidade de salário, ou deixar que as parcelas sejam descontadas antes que o dinheiro seja transferido.

Usualmente, as dívidas vinculadas às contas salário são empréstimos consignados, cuja as parcelas são descontadas assim que a remuneração cai na conta. Caso opte por não transferir a sua dívida, apenas seu salário, a sua parcela será paga antes que a sua remuneração vá para a conta destino. Logo, ela cairá no outro banco já com os descontos.

Entenda o que fazer com as suas dívidas após a portabilidade de salário.

A portabilidade de crédito é uma das opções de como lidar com as dívidas, após a portabilidade de salário.

Como fazer a portabilidade de crédito?

Outra solução para as suas dívidas é a portabilidade de crédito. A portabilidade de crédito consiste em transferir as suas dívidas para outro banco ou conta. Em 2018, os juros mais baixos dos bancos tornou possível que o índice de portabilidade de crédito aumentasse 69,6%. Entre janeiro e dezembro deste mesmo ano, foram registrados 3,6 milhões de contratos de crédito que foram migrados para outras instituições.

Quando se transfere sua dívida, é possível negociar com a instituição que irá recebe-la novos juros e prazos de pagamento, tornando este processo de pagamento da dívida menos custoso. Entretanto, diferentemente da portabilidade de salário, a portabilidade de crédito pode ser negada pelo banco, caso ele defina que esta operação não é benéfica para ele.

O banco que retém a dívida tem a obrigação de fornecer, sem apresentar empecilhos, o saldo devedor atualizado, juros, encargos e outras taxas, valores das parcelas e quantidade de parcelas restantes. Assim, o titular da dívida deve entregar todos estes documentos ao banco para o qual deseja a portabilidade.

Antes de solicitar a transferência de crédito, tente negociar a dívida com a instituição. A portabilidade de crédito deve ser feita não só para acompanhar a transferência de salário, mas também para trazer benefícios ao indivíduo que irá pagar as parcelas. Negocie novas taxas, juros e também parcelas. Comumente, o banco irá oferecer uma diluição do valor restante a ser pago em um prazo maior.

Após apresentar ao banco todas as informações necessárias para a portabilidade, esta instituição irá analisar se irá ou não aceitar este trâmite financeiro. Este processo pode demorar um tempo, e com certeza, para facilita-lo, pode-se solicitar a transferência de salário primeiro.

Se a portabilidade de crédito for aceita, o restante da operação irá ocorrer de forma automática. A transferência dos valores será feita pelos bancos, e de forma alguma a empresa que possui sua dívida pode se negar à fornecer quaisquer informações ou valores. Caso isso aconteça, faça uma reclamação diretamente no site do Banco Central ou ligue para o telefone 145, de segunda a sexta.


RSS por email

Deixe sua opinião “Como Ficam as Dívidas Depois da Portabilidade de Salário?

Regras para comentar

Os comentários são moderados e não serão aceitos ou respondidos sem cumprir as regras abaixo:

  1. Leia o artigo e os comentários para saber se sua questão já não foi respondida.
  2. Não respondemos por nenhuma empresa, sendo assim, não enviamos propostas ou damos suporte.
  3. Não faça propaganda.
  4. Comentários mal escritos, com erros e deselegantes, não serão aceitos.
  5. Não divulgue seus dados pessoais, como documentos, telefone, endereço etc, pois eles estarão vulneráveis.