A TED e o DOC são transferências bancárias muito utilizadas pelos indivíduos bancarizados. Elas podem ser realizadas nos aplicativos das instituições ou mesmo no Internet Banking, o que permite que os indivíduos enviem dinheiro rapidamente para uma conta de outro banco. A TED (Transferência Eletrônica Disponível), não possui limite para o envio de dinheiro, e pode ser feita das 8h às 17h. Caso realizada dentre deste horário mencionado, o dinheiro é creditado na conta a que se destina no mesmo dia. Já o DOC (Documento de Ordem de Crédito), pode enviar até R$4.999,99, e o valor irá cair na outra conta em um ou dois dias úteis.

Os bancos cobram tarifas para que possam realizar a TED ou o DOC. Por exemplo, na Caixa Econômica Federal, ambas as operações custam R$ 9,50. Já no Bradesco, R$ 10,00. Como pode-se perceber, as tarifas relativas às transferências eletrônicas são altas, e, podem representar um grande gasto para os indivíduos que precisam realizar muitas destas operações. Para amenizar esta questão, pode-se obter TEDs e DOCs gratuitos. Isso pode ser feito nos próprios bancos tradicionais, adotando um pacote de serviços que incluam as transferências, ou cambiando para um banco digital, como o Nubank, que não cobra pela realização de nenhuma transferência.

Como não pagar pelo TED e DOC?

Apesar do que muitos pensam, é possível não pagar tarifas de DOC e TED. E, isto é muito vantajoso para os indivíduos, pois representa um gasto a menos. Abaixo, iremos dar algumas opções para fugir destas tarifas, confira.

Saiba qual conta digital utilizar.
Pode-se obter uma conta digital sem tarifas, como a NuConta.

Pacote de serviços

Para os clientes dos bancos tradicionais, é possível que eles optem por pacotes de serviços que incluam a quantidade de transações gratuitas que irão precisar por mês. Assim, paga-se apenas pela tarifa relativa ao pacote de serviços. É importante que, para que os TEDs e DOCs sejam todos gratuitos, não exceda a quantidade determinada pelo banco.

Por exemplo, o Banco do Brasil oferece os pacotes Personalizado, Personalizado Especial, Padronizado I, Padronizado II, Padronizado III e Padronizado IV. Por exemplo, este último pacote mencionado oferece ao cliente 3 operações gratuitas por mês.

Conta Digital

Como pode-se perceber pelo que foi exposto acima, mesmo que o cliente adquira os pacotes de serviços, terá um limite de transações gratuitas. Logo, é preferível que ele mude para uma conta totalmente gratuita, isenta de tarifas de TED e DOC. E, muitas contas digitais possuem esta característica, de não cobrar tarifas referentes à estes dois serviços.

Assim, utilizando a conta digital, o indivíduo poderá realizar a quantidade de transferências eletrônicas que desejar. Uma das principais opções é a NuConta, que não cobra para que os seus usuários façam TED para outros bancos ou mesmo transferências internas. Ainda, além de não possuir tarifas de manutenção, anuidade e taxas, a NuConta também rende o dinheiro depositado, a uma taxa maior do que a poupança. A única taxa da NuConta é a referente aos saques, quando um cliente saca dinheiro usando a função Débito.

Para abrir uma NuConta, é muito fácil. Ela está disponível para todos e não requer análise de crédito. Assim, é muito fácil obter a sua. Acesse o site e clique em “Abra a sua NuConta”.

Outra opção para obter uma conta isenta de tarifas de transferência é o Banco Inter. A conta desta instituição é 100% isenta de tarifas, totalmente digital, completa e pode ser controlada totalmente pelo aplicativo. Pode-se aproveitar de TEDs e pagamentos sem tarifas, cartão de crédito sem anuidade e depósito por boleto e cheque por imagem.

Para abrir a sua conta Inter, acesse o site da empresa. Clique em “Abra a sua conta” e faça todo o cadastro pela plataforma. Também, lendo o QR Code que irá aparecer, o interessado pode baixar o aplicativo da empresa e fazer o cadastro por lá.