Trabalhar em um grande banco pode ser uma ótima oportunidade não só para profissionais do ramo financeiro, como também para médicos, engenheiros e advogados em geral. Para quem tem interesse em ingressar como funcionário em um banco público, o processo é feito por meio de concurso. Há também a possibilidade em se trabalhar como estagiário ou aprendiz, nesse caso, o processo é um pouco diferente e pode depender de certos convênios com instituições específicas.

Hoje explicaremos com você pode entrar para o corpo de funcionários da Caixa Econômica Federal.

Concurso Público

Por se tratar de um banco governamental, a Caixa Econômica é obrigada pela Constituição Federal a abrir concurso público sempre que houver necessidade de preenchimento de vagas. Para tanto, a instituição lança um edital com todas as informações sobre as vagas disponíveis, o processo seletivo e as exigências específicas daquele concurso. Os editais são  publicados no Diário Oficial e também podem ser consultados no site da CAIXA. Além dos concursos voltados para o preenchimento de vagas, há ainda os que servem para formar cadastro de reserva.

Quanto ganha um funcionário da CAIXA?

O salário do funcionário depende, obviamente, do cargo ocupado e do tempo de serviço. Após passar no concurso e ser chamado pelo banco, o trabalhador ocupa um cargo efetivo, ou seja, permanente, desde que cumpra com as exigências da instituição. O Plano de Cargos e Salários da Caixa Econômica se divide em duas áreas principais de atuação:

  • a carreira administrativa, relativa ao cargo de Técnico Bancário Novo;
  • e a carreira profissional, relativa aos cargos de Advogado, Arquiteto, Engenheiro e Médico do Trabalho.

Atualmente, os salários desses profissionais variam entre R$ 2.208,00 e R$ 20.629,00. A remuneração, como já foi comentado, dependerá do cargo ocupado e da jornada de trabalho.

Estágio na Caixa Econômica

Outra forma de trabalhar na Caixa Econômica é como estagiário. Os estudantes interessados nessas vagas precisam entrar em contato com o CIEE, que atua como agente de integração nesse setor. O cadastro de currículos pode ser feito pelo site: www.ciee.org.br. Havendo vagas, o aluno que atender às exigências será chamado para uma seleção. São duas modalidades de estágio disponíveis:

  • para estudantes de nível médio e técnico;
  • para estudante de nível superior que estejam cursando Arquitetura, Direito ou Engenharia.

O estágio tem carga horária semanal de 25 horas, a serem cumpridas de segunda a sexta-feira em diferentes turnos. A duração mínima do estágio é de 6 meses e a máxima é de 2 anos. No site da Caixa não encontramos informações sobre a remuneração para essas vagas.

Trabalhar na CAIXA
Saiba o que é preciso para se tornar um funcionário da Caixa Econômica Federal

Programa Adolescente Aprendiz

Por fim, precisamos falar do Programa Adolescente Aprendiz, que tem como função principal a formação profissional de jovens com baixa renda. O objetivo é capacitar os adolescentes participantes para os serviços bancários e administrativos. Além disso, o programa busca estimular o crescimento do jovem como cidadão ético e profissional.

Uma grande vantagem do Adolescente Aprendiz é o recebimento de salário equivalente ao mínimo fixado pela União e vários outros benefícios, com férias, auxílio-alimentação e 2% de FGTS. Para ingressar no programa, é necessário ter entre 14 e 16 anos. A renda familiar do adolescente não pode ultrapassar 50% do salário mínimo por pessoa. O jovem deve estar devidamente matriculado no ensino regular (a partir do 9º ano) ou em cursos especiais para Jovens e Adultos.

A contratação dos jovens aprendizes não é feita diretamente pela Caixa, mas sim por meio de entidades conveniadas, que variam de região para região. O número de funcionários dessa categoria fica limitado a 15% do total de funcionários da agência, conforme as normas do próprio banco. Outras informações sobre o programa podem ser obtidas pelo telefone: 0800-726-0101.